segunda-feira, 29 de novembro de 2010

como eu já disse...

todos nós temos um lado Sheldon Cooper,TODOS. ou vai dizer que tu nunca surtou que nem ele ?

domingo, 28 de novembro de 2010

O ano acho que era 1999.

Eu era bem pequena. Porém nunca fui daquelas crianças alienadas. Sempre soube como o mundo é,e como as pessoas podem ser cruéis sem nenhum motivo.
Andávamos eu e meu pai pela pra da São Lourenço do Sul. O assunto ? Preconceito racial. Discutíamos sobre como tudo isso era sem nexo algum. Enquanto andávamos,eu pensava comigo mesma como é bom ter alguém assim,como meu pai,com quem possamos nos abrir e conversar sobre tudo.
Entre um devaneio e outro que eu tinha,meu pai me disse : ''Não há motivo para o preconceito,somos todos iguais". Eu,rapidamente,retruquei : "É,fora pela cor da pele,somos iguais mesmo." E ele me disse : "Não. Somos todos iguais." Falou de uma forma tão taxativa que resolvi me recolher à minha ignorância e ficar calada. Até que,ele puxou o meu braço e disse : "Tá vendo essa veia ? O que é que circula dentro dela ?". Eu respondi : "Sangue,ora.". E ele,num ar sábio que só meu pai tem : "Por fora,o teu braço é diferente do meu,mas por dentro dele,circula sangue,assim como no meu.Ou seja,por todos nós circula o mesmo sangue,então as diferenças externas não tem significado algum,quando o que há por dentro é que conta". Isso foi meio metafórico,e um tanto confuso para uma criança tão pequena assim,mas eu entendi perfeitamente o que meu pai queria dizer. O externo de nada vale,pois no fim,todos nós sangramos,amamos,sofremos,vivemos e sentimos. O que realmente importa,é que há dentro de cada um de nós,e essa comparação ao sangue me fez perceber como é importante valorizarmos a nossa essência,aquilo que nos torna humanos.
Cresci livre de preconceitos,feliz por saber que somos todos irmãos,e que a nossa alma é mais importante do que a cor de nossa pele.

às vezes,

 acho que vivo no país das maravilhas.tipo a alice,do livro do lewis carroll sabe?de repente,me encontro seguindo algo até um buraco,onde caio e flutuo.tudo está de cabeça para baixo.de repente sou minúscula,depois,gigante. me afogo no mar e paro em terra.acho pessoas estranhas,animais estranhos,um lugar estranho.o que é por ali,fica por aqui.o que é por aqui,fica por ali.nada tem nexo,é um mundo surreal. de repente ouço filosofias de seres que eu nem sabia que existiam,depois sou julgada por quem eu mal conheço.estou atrasada,mas eu não sei para o que.só sei que são seis da tarde,segundo o chapeleiro maluco.corro entre cartas de baralho,sigo por caminhos que não levam a nada.falo com flores.o coelho me disse que não devo ser tão curiosa.mas por que não?nada faz o mínimo de sentido.o gato me segue e fala comigo quando eu menos espero,surgindo do nada.sei que é meu desaniversário,é o que o chapeleiro me disse.uma hora estou triste,e na outra feliz.choro,corro e não encontro nada."Mary Ann!Mary Ann!'',grita o coelho ao me ver.enquanto uns me defendem,outros me colocam em situações absurdas,e outros eu simplesmente não entendo o que querem comigo.pra lá,pra cá.qual é a direção afinal?de repente surge a lua minguante.não,não,é o sorriso do gato que novamente vem falar comigo.disseram que querem cortar minha cabeça.será?estou presa a minha própria realidade,que eu nem mesmo tento entender,ou até tento,mas de que adiantaria tentar entender o inexplicável?sabe,nada faz sentido no país das maravilhas.

mais chá?



"Mas eu não quero me encontrar com gente louca",observou Alice." Você não pode evitar isso", replicou o gato."Todos nós aqui somos loucos. Eu sou louco,você é louca"."Como você sabe que eu sou louca?" indagou Alice."Deve ser", disse o gato, "Ou não estaria aqui."

(Lewis Carroll - Alice no País das Maravilhas )

sábado, 27 de novembro de 2010

Acidentes de Gaveta.

Ok ok,moda é um assunto extremamente relativo. MAS temos que admitir que certas pessoas se puxam demais nessa relatividade e criam looks um tanto,digamos,"exótico". Não,''exótico'' não é o termo correto,é cafona mesmo. E,na maioria dos casos,esses chamados "Acidentes de Gaveta" são pessoas famosas e ricas,com grana o suficiente pra contratar um personal stilyst que te leva do lixo ao luxo em minutos.Mas sei lá,parece que esse povo gosta de se vestir mal e ser taxado de pobre deslumbrado nas ruas,jornais,programas de tv,sites E blogs. Então vai aí a minha lista dos famosos mais bregas da atualidade :
Ke$ha
Desde que essa doida aí estourou com Tik Tok todos já sabíamos que ela sofria da chamada "Síndrome de Lady Gaga". Faz a linha moderninha sexy,mas quase sempre às vezes derrapa legal no visual.Exemplo perfeito é esse modelito Cafetão 1976,de casacão de pele e calça com estampa de animais. Só tá faltando o chapéuzinho de pena e as corretes de ouro no pescoço.













Riahnna
Taí a legítima pobre deslumbrada. Coitadinha da Riri,depois que descobriu que sabe cantar perdeu totalmente a noção do ridículo. Como você pode ter notado,ela ainda não entendeu que modelador a gente usa por baixo da blusa,e não como blusa. Fora essas meias de Dona Florinda e esse casacão de jeans que veio diretamente do final do século passado. Coitada,alguém avisa ?











Christina Aguilera

Sequelada por ter vivido toda a sua carreira à sombra de Britney,Xtina provou por "a" mais "b" que NÃO sabe se vestir. Na primeira foto vemos ela tentando sensualizar com a barriguinha de fora,um top e uma canga preta de praia.Até aí nada de muito anormal,só que tem um detalhe : ela está indo para uma premiação,e não pra Copacabana. No segundo look vemos ela fazendo a linha "vagaba de esquina'',com o cabelo ensebado,boina branca,top verde transpassado de uma maga só, micro saia jeans toda ragadinha e bota preta de couro.Ok,agora só falta a bolsinha que a noite pra ela vai ser looooonga. No terceiro temos ela num look travesti depenado,com um vestido rosa chiclete cheio de penas explodindo para todo lado.Essa,meus caros,acho que é o menos pior.Mas o que mais me faz ter vontade de cortar os pulsos é o quarto,no qual ela TENTA se transformar na diva Marilyn Monroe.Acho até que Marilyn se revirou no túmulo com uma tragédia dessas aí.

Lady Gaga
Chega a ser covardia colocar Lady Gaga nessa lista. Em termos de falta noção,Gaga dá um nocaute em todas as outras.Além de ser uma fã incondicional do Caco dos Muppets,a querida sai na rua com fantasias dignas de Marquês de Sapucaí. Olha,não sei não,mas acho que a Acadêmicos de Vila Isabel tá perdendo uma rainha de bateria e tanto. Porque sério gente,eu não consigo imaginar esses figurinos em outras situações a não ser nas aparições da Lady Gaga ou no Carnaval do Rio !

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Imagine.

Imagine um mundo no qual todos nós possamos conviver em paz. Um mundo onde poderíamos exercer nossa liberdade de forma positiva e consciente . Imagine um mundo ecologicamente correto.Pare e pense,por apenas um segundo como seria se todos nós pudéssemos conviver em paz e harmonia . Sem guerras,nem violência. Sem nacionalismo,sem autoritarismo e sem religião.Talvez isso seja algo considerado loucura por muitos. Você pode até achar que sou uma sonhadora ,porém não sou a única.

Acreditar em um mundo melhor é o primeiro passo para que possamos torná-lo assim.Agradeça todos os dias por aquilo que você tem,pelos que te amam e pelas suas conquistas.Mas agradeça,principalmente,pela sua imaginação.Ela,aliada ao amor,é a coisa mais poderosa que existe.

Tome cuidado com seus passos,cuidado com o seu passado e com seu futuro.Mas muito mais cuidado com o seu presente.O presente que fazemos hoje refletirá no futuro,e o passado serve de aprendizado para que saibamos o que é que não devemos fazer. Imagine,cresça,pense,seja,viva,ame,creia,evolua. Livre-se da negatividade e de tudo aquilo que te prende. Desapegue do material e viva em prol de um amanhã melhor para todos nós. Viver para ser melhor também é um jeito de levar a vida.

(Inspiração : Imagine - John Lennon)

terça-feira, 23 de novembro de 2010

don't change me.

me disseram,de forma implícita,porém clara,que eu deveria mudar.
bom,eu digo que todos aqueles que realmente me amam e me dão algum valor nunca me pediram nada além daquilo que realmente sou. então, não vou mudar nem deixar de lado a verdadeira essência do meu ser pelo simples fato de que isso não agrada a todos. se nem Jesus Cristo,que era JESUS CRISTO,agradou a todos, por que eu,uma simples pecadora,deveria tentar? não vou me adaptar aos padrões impostos a mim como se esse fosse o único modo de sobrevivência que existe. não pretendo perder o meus sarcasmo nem a minha maluques só para que eu seja socialmente aceitável. com todos que socializei até hoje,ninguém nunca reclamou do meu jeito,não seria agora que alguém,que mal me conhece,diria isso e me faria mudar. eu amo os meus defeitos,os meus pecados,as minhas manias,as minhas loucuras e a minha ironia. e quem me ama de verdade,me ama desse jeito. sem mais,nem menos,

sofri até o quanto meu corpo e mente puderam aguentar,

e foi nesse momento que eu perdi a alma,os sentimentos,tudo aquilo que me tornava humana.só quero é dançar e esquecer dos outros. sentimentos são para aqueles que querem sofrer. deixei o sarcasmo consumir o meu ser,como uma espécie de armadura,para que ninguém além de mim pudesse ver os segredos que se escondem por trás dos meus olhos.

Alicia T.

i agree.

e quem disse ?

quem disse que pra ser feliz é preciso fumar e usar drogas? quem disse que só porque eu acho ridículo engravidar pra manter um homem ao lado eu sou uma feminista doente ? quem disse que só pelo simples fato de eu usar All Star eu sou emo ? quem foi o infeliz que disse que gurias de 14 anos não podem gostar de bandas antigas e músicas dos anos 80 ? por acaso eu sou menos mulher se eu prefiro usar calça ao invés de saia ? sou menos mulher se eu for mais inteligente que muito homem ? sou menos alguém por não concordar com essa bobageira de pegadores e vadiazinhas ? quem disse que só por eu ser adolescente eu devo gostar de modinhas ? ou porque eu sou nova que eu não deva entender nada do mundo ? hein ? quem falou que eu preciso ser magra que nem um palito de dente pra ser feliz ? quem disse que toda mulher tem que ser Amélia ? e,por favor,me digam : quem foi que disse que eu devo ser vazia e fútil pra ser aceita pelos outros ?
na boa,quem disse isso,é um completo retardado.

padrões de beleza.

mulher é mulher,e sendo assim,surta por qualquer coisa. mas,provavelmente,o que mais faz uma mulher sair do eixos e se atirar na primeira dieta da capa da Boa Forma é a chamada "Ditadura da Magreza".
na boa MESMO,eu não entendo isso. nos primórdios da humanidade mulher beeem acima do peso eram consideradas lindas (se duvida,pede lá pro tio Google).depois houveram os padrões renascentistas que valorizavam o corpo curvilíneo. mas depois,não por questões de saúde,e sim por estética,foi decretado que qualquer mulher que tivesse uma cintura de mais de 60 centímetros estava beirando a obesidade ( parece loucura,mas é bem por essas pedras mesmo). aí,meus amores,inventaram o tal do espartilho,que nada mais é a coisa mais Amélia já inventada.bom... mas pelo menos naquela época o negócio era com a cintura,e não com o peso. chegando na Era 2000,ser esquelética e beirar a anorexia é considerado lindo,algo realmente fenomenal. eu não sei vocês,mas uma mulher com cara de manga chupada e com todos os ossos do corpo amostra não me parece nada sexy,ou bonito.
não quero levantar a bandeira do "vamo comê e que se foda a balança'',mas eu ainda acho que alguns quilos a mais não interferem na beleza de uma mulher. somente.

Justin Bieber.

com toda a certeza do mundo eu serei linchada nas ruas se alguma fã de Justin Bieber (daquelas beeem maluquetes) vir este post.
bom,antes de falar no Bieber,devo esclaracer uma coisa : eu não tenho nada contra o guri,até acho que ele tenha talento.
mas vamos do começo para que você,meu caro leitor,entenda bem o meu ponto de vista.cerca de 52 anos atrás,em agosto de 1958,o cara mais incrível da história nascia : Michael Jackson. em 46 anos de carreira,ele foi e é o maior artista de todos os tempos,em todas as categorias. ok,ele era meio pirado por conta dos maus tratos que sofreu quando criança pelo seu pai,mas isso não interviu no talento nem na competência do cara (nem o transformou em pedófilo,por favor). lançou os maiores hits da história,e marcou a década de 80 com músicas como ''Thriller'' e ''Billie Jean''.eu assumo que sou fã dessa personalidade tão ilustre que já circulou sob o mesmo planeta que nós,reles mortais.PORÉM,toda estrela morre,mas mesmo assim não perde seu brilho.em 2009,Michael morreu (ou fugiu pro México,ou foi abduzido,mas aí já é teoria de conspiração). e agora ? quem comandaria o mundo pop ? quem seria o astro que bombaria na mídia ? quem produziria músicas pop para animar a massa mundial ? bom... com tantas dúvidas em relação a quem seria o sucessor de Michael,as gravadoras norte-americanas entraram em desespero,como se fosse uma segunda Corrida do Ouro. e esse ouro era Justin Bieber. um guri com uma voz agradável que postava vídeos no YouTube acabou chamando atenção da gravadora Island,e do rapper Usher. a imagem ele tinha (cabelo loiro e rosto de anjo,exatamente aquilo que NÃO me atrai,mas isso não tem a ver comigo,então segue o baile), a voz também,carisma era só ser trabalhado e um bom marketin e.... BUM! em novembro de 2009 ele lança seu primeiro álbum. e daí pra frente foi só ladeira a baixo. músicas e mais músicas liderando as paradas da Billboard levaram Justin ao estrelato em menos de um ano. mas,por mais que o marketing,a mídia e as equipes de maquiagem fiquem em cima de Bieber,NUNCA alguém chegará aos pés de Michael. não falo isso por que sou fã do cara,e sim porque tenho bom senso. ninguém,em 46 anos de carreira (contando a época do Jackson's 5) de Michael superou-o. e não vai ser um guri de 16 aninhos que conseguirá tal façanha em um período tão curto de tempo. não estou querendo menosprezar o talento de Justin,mas temos que admitir : melhor que Michael NUNCA haverá. #fato

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

continuo viva. ou não.

meses que eu não dou as caras por aqui. bom,nos últimos tempos tenho lidado com conflitos psicológicos e emocionais,o que tomou muito do meu tempo e sanidade. fora o fato de que eu não tive a menor vontade de aparecer por aqui.
ando questionando meus próprios conceitos e me achando no direito de se coroada a rainha da hipocrisia. ultimamente eu venho pensando em como eu mudei desde que eu me mudei pro inferno (lê-se Caxias do Sul). sinceramente,acho que eu perdi toda a vergonha e todo o pudor que algum dia eu tive nos últimos meses.sinceramente ando cansada de mim mesma. cansei da minha cara,cansei dos meus ataques,cansei dos meus problemas. tudo o que eu faço espanta os outros,e eu não sei porque. eu nunca me disse santa,eu nunca me disse correta,então qual é o motivo pra tanta surpresa em relação aos meus atos e as minhas palavras? tá bom,em parte eu até concordo que eu faça coisas espantosas,como me apaixonar (sim,estou admitindo que andei com uma paixonite bem fora da casinha na cabeça nos últimos tempos). a minha auto-estima sempre equivaleu a zero,e isso,pelo menos,continua igual.
uma vez uma pessoa me disse que um ano era muito tempo. e eu discordei. então ele me disse : "e você,o que você fez em um ano ?". realmente,um ano é muito tempo. coisas,pessoas,sentimentos,opiniões e até a aparência muda. tudo muda. em um espaço de 365 dias,uma vida inteira poda mudar. como foi o caso da minha,e talvez da sua (caso haja alguém lendo isso daqui,coisa que eu duvido).
não tenho a menor ideia do que vai ser daqui pra frente,longe de certas pessoas que mesmo me magoando muito,me fizeram bem. acho que isso é o que chamam de amadurecimento. amar,viver,sofrer,esquecer e começar tudo de novo. se a vida é um ciclo,então tudo se resume nisso.