sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Me levou daqui.

E como eu explico o que eu sinto por ti? E como eu explico isso? Não haverão palavras capazes de explicar como minha alma conecta num simples play. Obrigada pela milhonésima vez. Obrigada por existir,por ser quem tu és. Por ter surgido na minha vida,mesmo sem nunca ter tido sequer contato contigo. Sinto como se você fosse meu pai,meu irmão,meu mentor,meu conselheiro,meu melhor amigo. Obrigada Alexandre Magno,sem tua música...hoje eu não estaria aqui.

E eu perdi minha fé na humanidade.

Um dia,num passado não tão distante,faziam-se músicas. Um dia,a palavra mais absurda que se ouvia nos funk era "popozuda". Um dia,a gente podia dançar funk em festinha infantil e se divertir. Mas né gurizada,tudo que é bom,uma hora acaba,e,nesse caso,deixou muita saudade. E eu,aqui,como porta-voz de mim mesma,digo : EU TENHO NOJO DE FUNK. Nojo,mas nojo num estágio de querer chorar de ódio quando escuto,e de vomitar até meus rins fora. Eu me sinto degradada,humilhada,ridicularizada quando escuto uma música dizendo "ela dá pra nóis que nóis é patrão". Meu,isso me faz ter vergonha de ser mulher e ter que aturar esse tipo de baixaria,e o pior,tudo isso com um monte de mina burra batendo palma e achando lindo. É o trabalho de começar a tocar esse tipinho miserável de música numa festa que as vagabunda começam a rebolar e empinar o cu como se fosse um feito histórico. E os caras então? Puta que o pariu,que nojo. Me pego pensando a troco de que eu ainda to nesse país,nesse planeta,nessa galáxia !
Vocês,minas que são funkeiras assumidas,me respondam : qual é a sensação de ser completamente idiota? Na moral cara,o que vocês veem em assinarem atestado de óbito da própria sanidade ? Estão chamando vocês de vagabundas e vocês tão aplaudindo isso? Isso é sério? Ah tá.
E,caras,na real,ficar dizendo que vocês curtem "pentada violenta nas novinha" só dá um único título para vocês,título de idiota. Vocês acham que vocês pegam mulher? OI? Vocês comem um bando de vadia (o que eu,particularmente,acho burrice,porque além da questão da paternidade precoce,vocês podem acabar contraindo doenças venéreas),vocês nunca estiveram e nem nunca vão estar a altura de uma mulher. Futuro? Nenhum de vocês têm. E carro não é status pra pessoas com cérebro,foi mal.
A verdade velho,é que eu fico puta da cara em ver alguém cantando funk perto de mim,me faz sentir mal,ridicularizada,como se a minha imagem,imagem de mulher,estivesse sendo denegrida por essa gentalha filha da puta que acha lindo ficar mostrando o cu pra todo mundo,venerando o cu,amando o cu,sendo apenas um cu. E o pior de tudo isso,é o fato de eu ter apenas 15 anos de idade e ser constantemente exposta a esse tipo de música. Apesar de eu ter plena noção de que eu não me encaixo na categoria "vagabunda",eu continuo me sentindo magoada. Porque cara,parando pra pensar,é essa a imagem que todos têm das adolescentes hoje em dia,que são tudo um bando de puta arregaçada. Elas são uma espécie de sei lá,padrão. E isso é algo realmente deprimente. Se sentir representada por essa gente,por essa raça cretina que fode com o cenário musical e com a imagem de tantos outros adolescentes que são completamente diferentes,é um inferno. Então meu,se vocês querem ouvir funk,beleza,MAS NÃO TÊM A MENOR NECESSIDADE DE COLOCAR A TODO PAU NO CARRO DE VOCÊS,PORQUE AINDA EXISTEM PESSOAS COM CÉREBRO,E QUE UTILIZAM ELE,VALEU?

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

O grito da morte.

É de tal natureza turbulenta,você pode imaginar,o coração impetuoso de uma mulher daquele nível de amargura. As vestes adequadas à época de nada lhe faziam jus ao corpo delineado que possuía. De fato,esperava por algo maior do que seus mais ambiciosos sonhos pudessem imaginar. A noite fria de novembro de nada valia,constatando que a Lua brilhava de maneira florescente,banhando de maneira lúdica as águas enegrecidas pelo manto da noite do rio Tâmisa. De certo nenhuma mulher do final do século XIX deveria andar sozinha pelo pier de Londres àquela hora tão tardia da madrugada. Porém,de fato,era uma bela noite.
Sentou-se,absorta em seu pranto calado,à espera de algo que lhe pudesse proporcionar uma alívio no peito. Com certeza,atirar-se nos braços úmidos do rio de nada adiantaria,afinal,provavelmente voltaria à terra em segurança,graças ao seu medo mortal de profundidades (derivado de um pequeno incidente na infância,quando passava suas férias fazenda da família,em York).
Com toda a certeza,jamais vira tamanha beleza num luar. Aquele brilho poderia encantar até mesmo o mais cético e desiludido dos mortais,e ainda fascinava de modo que se podia sentir seu brilho acariciar a alma. Mesmo assim,a sobriedade de Anne era algo terrivelmente profundo. Ascendeu um charuto. Hábito terrível que herdara do pai. Pobre Edgar,encontrado morto na decadência mais total e tenebrosa da condição humana,atirado numa sarjeta qualquer de um beco da capital. Levou o charuto aos lábios delicadamente,enquanto a fumaça fazia-se mais densa e de forma mais profunda e inebriante a cada baforada solta no ar. Sentada naquele vestido verde-musgo de veludo quente,retirou o pequeno chapéu que pousava sobre os cabelos e os soltou,afinal ali não havia ninguém que lhe observa-se. Ou assim pensava,ao menos.
De súbito um sopro gélido tomou conta de seu pescoço,na parte da nuca,como um suspiro mortífero. Estremeceu totalmente. Olhou rapidamente ao seu redor,e nada ali apareceu. Baixou a cabeça e suspeitou que fosse apenas o vento lhe assustando naquela solitária noite. Notou que uma densa neblina começava a tomar conta do chão do pier,fazendo as tábuas de madeira desaparecerem pouco a pouco. Uma silhueta surgia de relance não mais que dois metros à sua frente. Figura um tanto quanto disfuncional que pouco a pouco foi tomando forma. Porém a única coisa que se fazia claro em tal assombração seriam dois olhos de pupila dilatada e avermelhada,algo rubro e denso,com o resto do contorno amarelado,parecendo um olho espectral felino. De tão pouco foi assustando-se até os pêlos de seus braços se arrepiassem de maneira pareciam perfurar a roupa. Os capilares contraíram-se,deixando-a tomada por um arrepio total. A figura,de todo,apareceu,centímetros à sua frente. Respirou fundo. Pensou estar na presença de um demônio ou algo do gênero.
- Boa noite. - em tom lúdico,a voz que provinha do espectro reverenciou-a - A quem devo a honra de encontrar em tão magnífica noite ? - já com forma tomada,o espectro tornara-se um homem alto,de feições fortes e marcantes. Um corpo bem definido,apesar da idade um pouco avançada. Usava um paletó preto,bem assim como as calças e os mocassins. Uma cartola de veludo preto possuía em suas mãos,que fora recém tirada do topo da cabeça em sua reverência à jovem moça sentada nos barris de cedro do pier.
- E quem seria o cavalheiro que me corteja?
- Me chame apenas de Jack. - pronunciava as palavras de maneira tão suave que mais pareciam melodias ecoando pela noite - E posso saber porque tão bela dama se encontra perdida em lágrimas sozinha esta noite?
- Perdi-me em meados de meus sombrios devaneios. A noite já está avançada,deveria voltar para casa.
- Com toda a certeza,ninguém com tal aparência deveria andar sozinha esta hora. Permita-me acompanhá-la. - ao pronunciar-se,Anne hesitou por um segundo ou dois,porém concordou,afinal,nunca se sabe o que se pode encontrar na próxima esquina - Posso segurar-lhe o braço?
- Pode.
Alguns metros se seguiram até um depósito,de pintura amarela bastante desgastada,ser avistado. De um modo malicioso,Jack tomou-a pela cintura e pôs-se de tal maneira atrás de seu pescoço que podia-se sentir sua respiração,já ofegante,ecoar-lhe pelos ouvidos. Suspirou.
- Poderíamos talvez entrar ali,por pura...curiosidade. - sentia-se a sedução na voz do cavalheiro noturno ao pronunciar tal palavra. Ela entrou num estado de transe sobrehumano,saindo totalmente de si. Assentiu com a cabeça.
Adentrando no depósito,algumas sacas de farinha ali jaziam,provavelmente já esquecidas fazia algum tempo. Deitou-a sobre as macias sacas,e ali começou a possuí-la. Tirou-lhe o vestido,e ela,num estado de êxtase total,de nada se dava por conta. O espartilho fora desatado,nó por nó,até que ali,naquele depósito de odor fúngico,ela se encontrava com os seios à mostra,e com o ventre quase que totalmente exposto. Os beijos iam aumentando de intensidade,até que,em um único movimento,durante a aparente excitação,Jack levou os lábios até o pescoço de Anne. Seus dentes caninos se tornaram mais protuberantes,e num pequeno feixe de luz que entrava por uma fresta no teto do local,o luar fazia-os reluzir de maneira esplendorosa. Cravou-os na pele macia e corada do pescoço de Anne. Seu grito era uma mistura de gemido com pavor doloroso. Caiu morta sobre os braços dele minutos depois. Jack sumira,novamente,tornando-se um espectro macabro novamente. E aquele pedido de socorro de nada adiantou. Fora apenas mais um grito levado pela noite de Londres. O grito da morte.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

É assim que se conquista mulher.

Se tem uma coisa que me dá nos nervos é cara que acha que conquistar uma mulher requer apenas dois fatores : um carro e musculação. Na moral,não sei vocês,mas eu não dou a menor bola pra essas coisas. Recado pra gurizada que pretende conquistar uma mulher : comece a exercitar seu cérebro,aprendam sobre coisas novas,diferentes e interessantes. Não sejam metódicos,mulher tem pavor de gente assim. Comecem a se preocupar mais com os pequenos detalhes (e sim,eu me refiro ao ralador de milho que vocês chamam de cotovelo). Aprendam a ver as coisas além do que a visão alcança. Sejam amáveis,fortes,mas não durões. Mulheres tem um sentido muito aguçado,e vão sacar de cara que vocês são bebês chorões e carentes numa simples olhada. Pagem o ingresso do cinema e o jantar,mas não queiram pagar nossas contas,somos muito mais do que capazes de fazer isso sozinhas. Entendam que gostamos de elogios,e muitos,mas não nos melem demais,não somos abelhas. Porém possuímos ferrões,e se vocês têm amor à vida,não façam-nos usá-los. Somos birrentas,e se fizermos beiço ou cara amarrada,aprendam logo : queremos beijos e abraços. Se virarmos a cara,corram atrás,venham ao nosso encontro. Não queiram mandar em uma mulher. Isso é mais do que burrice,pois quem obedece é cachorro,e se é obediência que você procura,eu sugiro um labrador. Mulheres são complicadas e delicadas,por mais que as aparências digam o contrário.
Bem,isso é se vocês querem conquistar uma mulher. Agora se o interesse for conquistar uma vadia,compre uma Saveiro rebaixada e coloque som alto,além da musculação e do atrofiamento gradual do próprio cérebro. Mas antes de querer uma mulher,descubram só mais uma coisinha : se vocês são homens,ou garotos.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Stand Up Comedy Brasil

Eu sou fã declara de comédia,nos seus mais diversificados meios. E algo que eu descobri não faz muito tempo (pra vocês verem o meu nível de lerdeza ultrapassando o Windows 98) o chamado Stand Up Comedy. São piadas,histórias e sátiras feitas apenas com um palco,uma pessoa e um microfone. Juro que eu quase tenho ataques epilépticos rindo (aliás,sou meio metida a comediante desde que aprendi a falar,então eu me identifiquei muito com o tal Stand Up). O nome já diz tudo : fique de pé e faça uma piada. Portanto,eu selecionei alguns dos  meus vídeos favoritos de Stan Up. Divirtam-se gurizada !

















terça-feira, 25 de outubro de 2011


Sou a favor das fotos. Daquelas que marcam os momentos mais idiotas e engraçados. Daquelas que olhamos e rimos lembrando daquele exato momento. Aliás,eu amo fotos. É como poder ver o passado cristalizado. É poder voltar e reviver,pelo menos na memória. Sempre amei fotos,elas são a prova de que mesmo contra tudo aquilo que insistimos em dizer sobre nossas vidas,nós fomos,e ainda somos,felizes.

sábado, 22 de outubro de 2011

Discursos de quem nunca amou.

"Não case! No máximo,se juntem.."
Disse aquela que nunca sentiu o amor. Estabilidade financeira para um casamento? Sim,mas amor também. Aqueles que apontam o dedo na cara do outro e se acham dignos da pronúncia da célebre frase "isso não é amor!" são os mesmos que,apesar de seus esforços,não sabem sentir. Não posso concluir motivos claros para tal,mas posso afirmar que estes são muito infelizes. Talvez precisem arriscar,sentir,tocar. Amor é sexo. Não apenas,mas também. Amo é sentimento e pele,é vontade e felicidade. É o respeito mútuo que só pode ser compreendido entre quatro paredes. Aqueles que não sabem o que é amor,passam por uma (ou ambas) situações : situação número 1 - transformação do amor no platonismo. É aquele no qual o amor não consuma,não sente o carnal. Sendo assim não é completo,portanto não é amor. Situação 2 - personificação física do amor. Típico caso do sexo puro e simples,do toque sem o prazer. Sendo assim não é completo,portanto,não é amor.
Então você,meu caro leitor,se nunca "amou",no âmbito mais completo da palavra,sinto lhe dizer,mas ou você é mal-comido ou é desiludido. Provavelmente,os dois.

Profetizas estressantes


Elas se trancam no quarto no intuito do homem de suas vidas aparecer atirando pedrinhas na janela. Aprenderam meses atrás a ler frases de Caio Fernando de Abreu e se julgam a reencarnação de Platão,porém no âmbito amoroso. São irritantemente dramáticas. Ninguém as ama. Como o mundo é cruel para elas. Acham que fumando e tomando milhares de copos de vodka se tornaram lindas e atraentes aos olhos daquele rapaz que elas tanto desejam. Mal elas sabem que o dito cujo só quer comer elas e depois dar um perdido. Ele não te ama,páre de acreditar nessa estupidez. Provavelmente o número de celular que ele te der será de uma senhora de sessenta e oito anos que ganhou de dia das mães um novo aparelho telefônico,já que a família mora longe.
Elas não entendem que homens e meninos são totalmente o oposto um do outro. Meninos vão dizer que te amam. Homens vão provar que te amam. Meninos vão querer conhecer a tua cama. Homens vão querer conhecer teus pais.
Acordem para o mundo,queridinhas. As coisas não são tão extremas como seus olhinhos cegos de corações negros vêem. O mundo não é sombrio. Algumas pessoas são. Somos diferentes,os sexos são diferentes. Mas pelo amor de Deus,aprenda a separar homens de meninos. Só assim vocês serão separadas de meninas,para mulheres.

Gente visceral me irrita.

 "Mas o Brasil tá na merda!" . Contra todos os próprios preceitos,eles caem na contradição da própria hipocrisia.
Para eles,nada está bom. O céu está sempre fechado,as palavras vertem ácido,os sorrisos são irônicos,na cama nada é prazeroso,a política vai de mal à catastrófica e o intestino não funciona. Nada é realmente bom. Tudo é triste,filosófico,complexo e terrivelmente profundo. Nada é bom na própria vida.
Reclamam desde o salário até as obras de arte de quinhentos anos atrás. Porém são egocêntricos. Sua inteligência é superior a de toda população humana. Ninguém possui melhor senso crítico do que eles. O que eles chamam de crítico,eu chamo de chato.
Seus mundinhos medíocres só se tornam assim por conta da mediocridade que eles impõe a si próprios como "filosofia de vida". Realmente,gente visceral me irrita.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

A verdade é que a infância se perdeu. Aquela felicidade e toda aquela inocência cederam espaço para um mundo triste e decadente,no qual a precocidade impera e todos nós assistimos de braços cruzados esse trágico fato. Bonecas viraram celulares,skates viraram assinaturas de revistas pornô. O mundo tá fudido,assim como a infância. FELIZ DIA DA CRIANÇA GURIZADA ! PRA VOCÊS QUE AINDA SOUBERAM O QUE É JOGAR BOLA NA RUA !

domingo, 9 de outubro de 2011

Pai é provavelmente a palavra mais forte da qual se tem notícia depois de "amor". É a palavra que designa aquele que estará ali por ti quando parecer que ninguém mais está. É aquele que vai te amar,independente de tudo. Ele vai te proteger,e fará o possível e o impossível para te ver sorrir. Valoriza o teu pai,ele é único.

sábado, 8 de outubro de 2011

Será só imaginação?

Acho que existem duas de mim. Me sinto presa à um espelho,com duas faces exatamente iguais e opostas. O incrível é a diferença entre elas. Na face a qual eu demonstro,sou uma. Meus amigos dizem que eu sou animada,viva. Elogios surgem,espírito de liderança é o mais frequente designado à mim. Esse lado vê o Sol,a iluminação eterna que irradia em todos aqueles ao meu redor. Sorrisos se abrem a todo momento. Abraços,carinhos. Sempre que é requisitada,ou não,minha presença é marcada. A verdade é que eu sempre chamei atenção,desde que me entendo por gente. Animação,diversão. Dedicação,esforço,vontade. Tudo. Alegria e valorização. Esse é o meu lado externo,e também interno. Eternamente disposto à dar a cara a tapa e seguir em frente não importando qualquer obstáculo que possa vir a surgir em meu caminho. Porém tudo na vida possui duas faces. A face refletida é como me sinto. Obscura,triste,sombria. É como se eu precisasse constantemente exorcizar esses demônios que há tanto tempo carrego dentro de mim,pesando cada vez mais,me sucumbindo,me enlouquecendo. Sinto como se a vida não valesse nada. E sabe a pior parte? Esse lado refletido só se manifesta através de meus dedos. Minhas palavras são como tiros ecoando pela escura e profunda noite. Doem. Machucam. E,acredite,atingem bem mais pessoas do que eu era capaz de imaginar. Esse meu lado não é demonstrado,não é totalmente sentido. Mas ele se encontra tão presente em minha vida quanto o ar que respiro. É como se o anjo da morte estivesse o tempo todo ao meu lado,sussurrando palavras de suicídio ao meu ouvido,no tom mais sedutor possível. Mas outro lado não permite. A luz do lado oposto,do lado que não é o refletido é muito forte. É como se uma batalha épica entre o bem e o mal estivesse sendo travada dentro de minha alma e eu não pudesse fazer absolutamente nada além de observar e  tomar nota,de todos os acontecimentos,de cada vitória e de cada derrota de cada um dessas polaridades. Me sinto como uma partícula de anti-matéria. Flutuo em um cilindro de plástico,com dois imãs polaridades opostas dispostos um em cada canto do cilindro. Um imã é a tristeza que me corrói lentamente. O outro é a felicidade,a luz,que me anima e me deixa viva. E ali,no meio deles,estou eu,a pequena partícula,tão pequena e indefesa que mal sabe se defender do maior inimigo do ser humano : ele próprio. Não sei como vou suportar mais tempo sendo essa molécula,esse reflexo,essa tristeza alegre e solitariamente sociável. Mas sei que vou,que conseguirei. Tantas portas se abrem diante de mim e não deixarei que a minha parte obscura interfira no meu destino,naquilo que me aguarda. Eu viverei,sobreviverei e me sentirei viva,sempre,apesar de todos os esforços da escuridão para me destruir.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Eternamente,Rio Grande do Sul.

Gritos ecoando na roda do tempo,cristalizados na memória de cada um daqueles que tiveram o sangue derramado em prol da própria pátria. A nossa pátria,a nossa história. Povo sem virtudes acaba na escravidão. Nossas honras e nossos méritos jamais serão esquecidos. E eram dois para a meia noite do dia 19 de setembro de 1835,em plena ponte Azenha,na capital da Província de São Pedro, quando a maior batalha da história do império brasileiro estava prestes a ser travada. De um lado,as fardas imperiais. Do outro,o grito farrapo,a força do sul,os guerreiros dos pampas. Dez anos de batalha acirrada. Campos tomados pelo rubro. A força,a guerra,eram aqueles que mostravam bravura mesmo nos tempos mais difícies,quando praticamente tudo parecia perdido. Desde Porto Alegre até Piratini,as batalhas tomando um estado,uma nação. O Sul quer liberdade. A proclamação foi feita, palavras de Netto após a batalha no Campo dos Menezes. Enfim,gaúchos. Donos de si,lutando por um ideal maior. Farrapo. Grito. Lanças. Viva à revolução. Do tiro do canhão a sorte estava lançada,mas nessa história nem tudo são flores. A paz foi declarada,mas o sonho de liberdade ainda vive,no coração de cada um de nós,povo de raça,de coragem. Um viva a Bento,Garibaldi,Gomes Jardim. Um viva a nós,descendentes daqueles que lutaram com bravura até o fim. Um viva a beleza de nossos pampas,ao valores e nossas tradições. Um viva a cultura mais linda de todo esse mundo. Um viva a bandeira mais linda já erguida em um campo de batalha. Um viva aos gaúchos.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

PÁRA TUDO !

To passada ! Cara,eu não acredito que até hoje eu ainda recebo críticas pelo meu post contra o Bonde da Stronda (não mandei parar,quero que continuem,ok?). Pois bem,vamos analisar? Recebi vááárias crianças me xingando,mas teve uma que olha,vou te contar,até me surpreendi. Então vou aqui postar o comentário dela e fazer algumas observações nas frases em negrito,tá bom? Lá vai :
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, é muita falta de pica mesmo pqpppppppppp.. mano tu devia entender que as cocotas pegam muito mais caras que tu, sao mais gatas e mais gostosas, que os playsson sao fodas e no fundo tu deve morrer de vontade de pegar um só nenhum deles nunca te deu moral. falar do BDS putz muita falta de rola desse teu rabo caralhoo.. os caras sao foda e ganham dinheiro com isso, porque tem fã e sao bons diferente de ti que só sabe perder teu tempo falando dos outros, vai dá! e pirralhada futil? kk, é pra rir ne? só porque a grande maioria das pessoas prefere ser feliz e dar moral a coisas que no fundo todo mundo sabe que importa sim, principalmente na adolescencia, ao inves de perder a alegria e a curtição com politica e problemas ja que vamos ter anos da vida pra reclamar e brigar por isso.. tu vem chamr de futil? me poupe! SE FODEEE! teu sonho é ser cocota mas é frigida e baranga, e nao pega playsson porque nao consegue! se manquee

Bom,depois de algumas convulsões básicas de riso,eu consegui finalmente parar e entender o que esse cidadão me disse.Vamos por partes,como diria Jack Estripador.
Primeira frase em negrito : mano tu devia entender que as cocotas pegam muito mais caras que tu, sao mais gatas e mais gostosas, que os playsson sao fodas e no fundo tu deve morrer de vontade de pegar um só nenhum deles nunca te deu moral.
Ã...Nenem,primeiro de tudo : tu nunca me viu na vida,então antes de falar qualquer coisa à respeito da minha aparência,considere esse fato. E nossa,belo argumento esse "os playsson sao fodas",e não amor,eu não tenho e nem nunca tive a menor vontade de pegar nenhum deles,e sim,vários já chegaram em mim,mas dar moral pra algum deles seria algo que vai totalmente contra a minha moral.

Segunda frase em negrito :putz muita falta de rola desse teu rabo caralhoo.
Olha amor,se tu sente falta disso,posso te citar inúmeras maneiras de satisfazer essa tua vontade. Mas,por favor,não estenda essas tuas "fantasias" à outras pessoas,ok?

Terceira frase em negrito : a grande maioria das pessoas prefere ser feliz e dar moral a coisas que no fundo todo mundo sabe que importa sim, principalmente na adolescencia, ao inves de perder a alegria e a curtição com politica e problemas ja que vamos ter anos da vida pra reclamar e brigar por isso.. 
Olha,se tu considera ser um babaca uma coisa importante na adolescência,vá em frente. E sim,eu curto minha vida muito bem,obrigada. Bebo,saio,danço,dou risada,tenho amigos,tenho namorado,e não preciso ser uma vagabunda que fica de quatro pro primeiro pirralho pra ser feliz,ok? E eu prefiro mil vezes ser uma adolescente com conteúdo do que uma cabeça oca.

Quarta e última frase em negrito : teu sonho é ser cocota mas é frigida e baranga, e nao pega playsson porque nao consegue! 
Meu sonho é ter cabeça de vento,usar micro roupas e ser toda arregaçada? Porra amigo,acho melhor tu rever os teus conceitos sobre sonhos,pelo menos em relação à mim. Nem comento a parte que tu me chama de baranga,porque nem me conhecer tu me conhece (isso não é um pedido,entenda) e não pego playsson porque consigo coisa bem melhor.


Bom,agora sou feliz. Beijo e até a próxima "Análise de Comentários",ahahahaha 

domingo, 3 de julho de 2011

Nas entranhas da Capital.

-Segura no meu braço ! – e foram essas as palavras que em tom de sussuro meu pai pronunciou enquanto íamos em direção à Estação Rodoviária de Porto Alegre.
         Aquele céu acinzentado de tarde fria porto alegrense de nada ajudava para tornar aquele cenário que me rodeava,no mínimo,menos deprimente.Os prédios pareciam ter parado no tempo,como se estivéssemos presos aos anos 70.O mofo e o limo brotavam em todos os cantos,desde a calçada às lajotas que cobriam as paredes dos prédios.Os postes de luz com fios caídos,e um cheiro terrível exalava das sarjetas.Era uma mistura de dióxido de carbono e carne putrefata aquele odor.Pus-me a observar as pessoas que ali se encontravam,naquela rua de sonhos quebrados.Os olhares dispersos de catadores de lixo me amedrontavam,no modo como  olhavam cada centímetro do meu corpo,como se me analisassem,me colocassem um preço de mercado,um valor monetário.Continuei à observar.Eles falavam rápido,de modo estranho,e o cheiro de bebida barata era quase insuportável.Mais adiante vi uma senhora,mais de trinta anos não devia ter,provavelmente de origem indígena.Duas crianças,uma de colo e outra de cerca de 4 anos.Roupas sujas,cabeças baixas,nenhuma palavra pronunciada em todo o tempo que observei aquela família.Seguindo meu caminho,avistei um bordel com portas abertas.Meretrizes fumando nas escadarias,enquanto duas outras se encontravam do outro lado da rua,encostadas em uma parede,com roupas vulgares e baratas,oferecendo os seus serviços ao primeiro vivente que por ali passou.
Você já viu uma pessoa sem alma?Cuja a qual os olhos não demonstram absolutamente nada além de íris e pupila opacas?Eu vi.Nessa rua de desesperança.Ali vi como o ser humano pode ser tratado menos que um produto de consumo.Vi como a desilusão domina tanto a alma que te destrói,lentamente.Vi como a vida no submundo urbano é trágica e sem amor.Aquele cenário decadente me atingiu de tal maneira que não pude deixar de pôr uma expressão séria e desolada no rosto.Crianças miseráveis,homens dependendo do lixo para sobreviverem e dormindo nas calçadas,mulheres vendendo o próprio corpo em troca de migalhas.Olhe,veja bem aonde que a sociedade chegou,em que ponto de desrespeito ao ser humano estamos.
Baixei a cabeça e continuei andando,firmemente abraçada em meu pai.Chegando quase na esquina de fronte à estação,à minha esquerda encontrava-se o Hotel Conceição II,número mil seiscentos e cinqüenta e alguma coisa,com a fachada desbotada e lajotas azuis recobrindo todo o prédio.Ali parei e olhei para trás,vi aquela rua como um todo,e notei que uma atmosfera densa de ódio e tristeza tomava conta daquele local.Conforme fui indo para atravessar a avenida e entrar na estação,os rostos,as expressões,as pessoas,mudavam.Sorrisos,alegria,satisfação.Era como se eu recém tivesse saído de um universo paralelo.Havia mudado tudo.Aquela rua ficou para trás,e,provavelmente,por lá eu não passe tão cedo.
Depois disso,apenas uma dúvida me resta : a sociedade não deu uma chance aos moradores daquela rua,ou eles não se permitiram tal chance?

domingo, 12 de junho de 2011

O magnata faz a festa com whisky e piranha,e quem vai pagar a conta é VOCÊ

Realmente,estou começando a considerar a possibilidade de concordar quanto à imagem do nosso povo fora do país.Descaso seria um eufemismo se fosse utilizado para descrever a atitude do povo brasileiro em relação ao que acontece por aqui,meus queridos.O fato é a situação tá cada dia mais caótica,e o pior,em relação à praticamente tudo,T-U-D-O.Políticos,impostos,corrupção,violência,educação...nada está à salvo do descaso do brasileiro.Afinal de contas,a troco de que deveríamos nos preocupar com assuntos que,aparentemente,estão tão distantes da nossa realidade?Temos temas à fazer,cálculos à realizar,dinheiro pra trazer pra casa,filhos pra criar...qualquer coisa é mais importante do que parar por dez segundos e pensar na situação do próprio país.
Onde está aquela geração dos anos 70 que se rebelava nas ruas contra a ditadura,hein?Cadê aqueles que juraram defender os idéias de liberdade e de igualdade social à todo custo?Pois é,eles cresceram,tiveram que trabalhar e pagar impostos aos poderosos parlamentares (os quais não fazem porra nenhuma,passam o dia todo em seus escritórios com ar condicionado ligado e coçando as partes íntimas).Dizem que o jovem brasileiro é preguiçoso.Ok,beleza,mas e os pais dessas criaturas são o que?Afinal,eles se diziam revolucionários na juventude,usavam camisetas de Che Guevara,discursavam,iam atrás de justiça...mas eles “cresceram”.É,viraram adultos,”tiveram” que abandonar os seus ideais para seguirem um futuro mais estável.Aí eu me pergunto : como você,pai ou mãe,pode dizer que a nova geração é um fracasso em termos de luta pela igualdade,quando você traiu seu próprio movimento?
Isso está se tornando um círculo vicioso.À cada geração.uma desculpa,um motivo qualquer dado para o fato de que a preocupação em eleger pessoas de caráter para os cargos públicos seja totalmente deixado de lado.Ninguém quer saber o real peso do voto.Enquanto isso,aqueles que ganham com a ignorância e com o descaso do povo se aproveitam e abusam do uso da informação manipulada,contribuindo para a formação dessa juventude de pensamento limitado,criados por pais que,bitolados com a vida tumultuada de trabalho e dinheiro,esqueceram de ensinar à próxima geração o valor da democracia.
Todos alienados,todos ignorantes,o ser humano valendo menos que um produto de consumo,vida descartável,capitalismo imperando,violência aumentando...essa lista só vai crescer,cada vez mais,até chegar no ponto em que cada um de nós terá apenas duas escolhas : ou lute pelos ideais de uma nação justa,ou todos aqueles que não forem fortes e persistentes morreram na mediocridade de uma vida hipócrita.A escolha é sua,vai encher o bolso de um político desgraçado ou vai atrás de um país melhor pra ti e pra todos?

( Título e ideia retirados da música Sem Medo da Escuridão – Charlie Brown Jr.)

domingo, 29 de maio de 2011

Em ritmo...em ritmo de FUNK

Ole ole olá,Mariana vem aí,ole ole olá,ela veio só pra ser absurdamente sarcástica e muito despudorada discutir.
Minha gente,que país é esse? Bom,vamos começar pelo começo : amigo meu (o Serginho),me mandou um vídeo que eu eu fiquei,no mínimo,sem reação. Ok,o vídeo é engraçado,mas,convenhamos,é ridículo.A manchetete é a seguinte no site do G1 : "Foi publicado na semana passada um vídeo no qual seis recrutas dançam uma versão funk do Hino Nacional em um quartel de Dom Pedrito, cidade de cerca de 40 mil habitantes próxima a Bagé (RS). Segundo o major Vasques Robinson Diorgenes, comandante da unidade, um inquérito aberto na sexta-feira passada (20) apura o caso."
Bem na boa? Achei uma palhaçada,uma falta de respeito (não vim fazer a linha patriota,ok?).Cara,eles fazem insinuações explícitas de sexo (assim como qualquer cara idiota dançando funk) em pleno Hino Nacional.Orgulho pro Brasil,né gente?
*

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Eu tenho problemas...

Educação X Violência


O assunto pode parecer clichê,porém não deve ser menosprezado.Afinal de contas,a violência deriva da educação.Mas como a escola pode ter algo a ver com um assassino
Bom,devemos começar pela raiz do problema.Nossa psique é formada em casa com base na educação que nos foi dada a partir do momento em que nascemos.Ou seja,os atos praticados em casa serão repetidos por toda a vida de uma pessoa.Então,quando crescemos e vamos para a escola,tudo aquilo que nos foi ensinado terá um reflexo em sala de aula.
Uma boa educação não baseia-se apenas em casa,comida e roupas.Vai muito além de disso.Uma boa educação baseia-se no comprometimento dos pais em educar seus filhos de forma ética e disciplinada,porém sem abusos de autoridade e de força bruta.Quando uma criança que teve uma boa educação em casa vai para a escola,ela tende a tirar melhores notas,ter um melhor relacionamento com os colegas,e,consequêntemente,ser uma pessoa não-violenta.Porém,atualmente,os casos que mais vemos são o contrário.Crianças criadas em lares onde o pai é alcoólatra e a mãe drogada,por exemplo,vão para a escola e simplesmente,pelo fato de não terem tido uma base em casa,não conseguem estudar,não têm um bom relacionamento em sala de aula e,depois de tentativas e mais tentativas da parte de escola (ou não),ela cai na criminalidade.Não,isso não acontece de uma hora para a outra.Tudo começa com pequenos amenizadores de sentimentos,como o álcool,e depois podem evoluir para as drogas,e,por fim,no crime.Assassinatos,assaltos,mortes,tudo isso deriva de uma única coisa : a formação do caráter da pessoa.
E isso se torna um círculo vicioso,pois o aluno vai sem interesse para a escola,a escola chama os pais,os pais não ligam,mandam para o conselho tutelar,e assim vai até a criatura cansar de ser passada de mão em mão e desistir definitivamente da escola.A conscientização dos pais sobre a educação adequada dos filhos refletida na vida escolar e adulta é de extrema importância.Afinal,colocar filhos no mundo é fácil,agora assumir seu papel como pais e educar (não é criar) os filhos é algo completamente diferente.
Entretanto,isso não é uma questão que inclui apenas a educação nos lares brasileiros,há um outro fator que influencia (e muito) no ensino no e no nível de escolaridade do nosso país : a qualidade de ensino.Afinal,temos qualidade de ensino no nosso país? Possuímos acesso livre à internet nas escolas,o piso salarial dos professores é no mínimo estimulante para estudantes se interessarem pela carreira num futuro próximo?Pois bem,aí é que entra a questão do governo.Não é na formação do cidadão,e sim no que o governo pode oferecer à ele.É fato consumado que escolas privadas têm melhores professores e melhores condições de ensino por conta de todo o dinheiro que circula por trás.Por essas e outras,todas as escolas deveriam ser públicas,assim o salário dos professores seria maior e igualitário,dando maior estímulo para que os mesmos exerçam seu papel social e para que o ensino melhore.Acesso à internet,material didático,infra-estrutura,tudo isso deve receber o máximo de atenção do governo,pois assim formaremos uma geração que poderá tornar o nosso país um lugar melhor num futuro não tão distante.
Dados do IBGE apontam que o nível de escolaridade do brasileiro vem subindo ao longo dos anos (Em 2004, 70,5% das crianças entre 4 e 6 anos estavam na escola. Em 2006 eram 76%. / Fonte : www.planetasustentavel.abril.com),porém nossa educação está do longe do que podemos chamar de ideal.Ainda temos uma longa caminhada pela frente,incluindo pais e governo.Se conscientizarmos as famílias brasileiras,poderemos,em alguns anos,ter um índice de violência muito menor,que irá diminuindo gradativamente ao longo dos anos.Mas isso cabe a nós: pais,alunos,professores e governo.Pois todos formamos uma única organização : a sociedade.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

No mínimo,interessante.


Deixe nos comentários as suas respostas,haha :*

Tu já acreditou que eu sei.

Desde que o mundo é mundo,milhares de lendas são espalhadas ao redor do globo no intuito de assustar,aterrorizar,amedrontar ou fazer rir descontroladamente as pessoas.
Então,em meados da década de 1960,o homem criou o que eu (e toda a torcida do Flamengo) podemos considerar como a invenção do milênio : A INTERNET ! Esse meio de comunicação tão acessível resultou da disseminação das lendas e mitos com rapidez absurda.E,lógicamente,novas lendas foram surgindo,uma mais esdrúxula que a outra.Então aqui,meus queridinhos,irei citar 3 das lendas com mais repercussão que circularam na rede mundial de computadores.

Samara e o arame farpado.
A história : Oi meu nome é Samara, tenho 14 anos (Teria se estivesse viva), morri aos 13 em Cascavel-PR. Eu andava de bicicleta Quando não pude desviar de um arame farpado. O pior foi que o dono do lote não quis me ajudar, riu bastante mim após agonizar por 2 horas enroscada no arame eu faleci, através dessa mensagem eu peço que façam com que eu possa descançar em paz. Envie isso para 20 comunidades e minha alma estara sendo salva por você e pelos outros 20 que receberão. Caso não repasse essa mensagem vou visitar-lhe hoje a noite assim vc poderá conhecer o tal arame bem de pertinho. Dia 15 de Julho Mariana resolveu rir dessa mensagem, uma noite depois ela sumiu sem deixar vestigios. O mesmo aconteceu com Kare dia 18 de Outubro. Não Quebre essa corrente por favor, a não ser que queira sentir a minha presença 

Analisando : Primeiro de tudo : A criatura se chama SAMARA,então,se tu já viu "O Chamado",tu entendeu de onde provém o nome (tudo isso no intuito de assustar desde o começo). Segundo a historinha,a cidadã (que pelo visto era uma anta) andava tranquilamente de bicicleta quando a mesma se estabaca em um arame farpado.O tiozinho que morava ali ficou rindo da cara da infeliz até ela morrer.Então ela,depois de ter encontrado São Pedro,mandou um e-mail para alguém contando sua triste história.Lógico,afinal de contas,todo morto que se preze deve ter uma conta no Hotmail pra sair contando como que foi a sua morte para nós,que ainda exercemos o papel de vivos na Terra.O mais foda de tudo isso foi que quando essa corrente foi espalhada pelo Orkut,isso em meados de 2005,TODO MUNDO REPASSOU  (inclusive quem vos escreve esse texto ¬¬) ! Olha,agora eu páro e penso : como a gente era burro,puta que pariu !


Ladrões de órgãos 
A história : você é atraído para um motel por uma mulher muito atraente (ou feia mesmo,afinal de contas ela vai te dar um porre antes de te levar pra cama e tu provavelmente não irá te lembrar de nada,e o teu senso de feiúra simplesmente não irá funcionar) e no dia seguinte,depois de uma noite de putaria amores,você notaria dois fatos : 1º a tia vai ter ido embora,o que,consequentemente,te obrigará a pagar a conta e 2º alguns dos teus órgãos (tipo rim,fígado) teriam sido removidos cirurgicamente (e talvez você estivesse dentro de uma banheira cheia de gelo,dependo da criatividade da tua assaltante) e seriam vendidos no mercado negro.

Analisando : Olha,eu acho que se algum dos teus órgãos é removido,tu,no mínimo,daria pela falta delas,mesmo que você estivesse dopado,fora o sangue que estaria ensopando a cama.Então,meu caro,se uma mulher quiser te dar um porre e te levar pra um motel,pense duas vezes (a não ser que você tenha um rim de reserva).

McMinhocas
A história : Segundo fontes desconfiáveis,os hambúrgueres vendidos pela rede internacional de restaurantes McDonald's seriam fabricados à base de carne de minhoca.

Analisando : Não seria muito bom se a rede de restaurantes concorrente à sua fosse metida num escâdalo maluco desses? Pois é,então a partir daí tirem suas próprias conclusões antes de quererem fazer um protesto na frente do McDonald's com uma camiseta escrita "SALVEM AS MINHOCAS!".


Agora,admita vai,quando tu leu elas pela primeira vez,tu chegau a acreditar né ?


sexta-feira, 29 de abril de 2011

Apreciem.

A falta do que fazer não me domina somente na internet,na escola também. Olhe o resultado da minha última aula de Geografia :

P.S.: Ainda bem que eu vou bem em Geografia.

terça-feira, 26 de abril de 2011

VENCEDORES DA RETROSPECTIVA DESOCUPADA !

Gentem,sério,eu ando sem tempo nem paciência,PORÉM,a falta que me faz vir aqui e meter o pau em tudo foi tamanha que não pude resistir.

Pois bem,como sabem,o blog completou um ano dia 19 desse mês,então,aqui estão os ganhadores :

Piriguetes e Pegadores
Juro que se dependesse de mim essa raça medonha já estaria no catálogo de espécies ameaçadas de extinção.Essas abomináveis criaturas andam tomando conta de todo o planeta meu povo ! Sério mesmo,tá cada vez mais difícil ir pra uma festa e não passar pelo menos 48,5% do tempo rindo da cara dessas criaturas.
Bom,a cocotada tá com a corda toda ultimamente. Shorts mínimos,blusinhas ou muito abertas ou muito apertadas,saltos absurdamente altos e pudor zero na hora de se esfregar com qualquer um que cruze seu caminho.Sofá em festa é que nem motel praticamente,só que você não paga pra ter lugar reservado,quem chegar primeiro,chegou ! E os pegadores então ? Jesus amado,que situação desse povo viu. Bonézinho de aba reta,um zilhão e quinhentas mil correntes e aquela insuportável mania de se sentir o foda do lugar são algumas das características básicas dessas coisas que habitam festas e lugares badalados. E se tu der um fora nele,te prepara,porque é certo que tu vai te incomodar (ou acabar cometendo um homicídio,mas isso já é outra história).
O fato é que não se tem mais respeito próprio,o negócio é pegar qualquer merda pra se sentir alguém. Olha,se eu fizesse isso,o máximo que eu me sentiria seria um lixo,um ser sem valor,e isso vale tanto pras gurias quanto pros guris.É uma palhaçada sem tamanho achar que o simples número de pessoas que tu te agarrar na festa vai te elevar socialmente. O máximo que pode ser elevado com isso é o número de doenças que tu pode pegar (tipo hepatite e sapinho),isso sim.


Bonde da Stronda
Graças ao meu bom senhor Jesus Cristo,esses estafermos aí não têm feito tanto sucesso ultimamente,e,com muita sorte,até já acabaram.
O negócio é o seguinte : quando eu falei do BDS pela última vez aqui no Na Falta,foi um escarcel porque disseram que eu estava julgando demais os caras,que eles eram ótimos e que tinha a liberdade de expressão e o caralho a quatro.Bom,sinto informar,mas aqui o blog é MEU,então se EU quiser criticar,eu IREI criticar,e não deve satisfações a ninguém.
Cara,bem na boa? Nunca entendi exatamente qual era a moral do tal do Thug (ui) e o Méqui quererem pagar do gostosões falando merdas como "sou xoxoteiro" ou ainda "sou playsson raiz". Caralho,tu acha mesmo que em algum lugar do Universo vão te levar a sério enquanto tu ainda tiver essa 'filosofia' de vida? Tu é ridículo meu querido,e todos os teus fãs não passam de uma criançada idiota e facilmente influenciável.As mulheres que tu pega são todas umas vadias,e sim,tu é um gay reprimido (nada contra os gays,que fique bem claro),que quer tentar projetar a tua masculinidade (que por um mero acaso jamais existiu) se dizendo comedor e pegador. Ninguém NUNCA vai te levar a sério se tu inventar de dizer que tu é playsson (aliás,que porra de nome é esse?),e não,ninguém tá nem aí pra quantidade de 'minas' que tu pega,só pra ti saber.E não,isso não te trará status nem nada de útil. Fui clara?

Pirralhada fútil
Pelo amor do Belchior,o que é que tá acontecendo com essa juventude ? Ninguém mais tem opinão própria,são todos mente vazia,não têm nenhum pensamento interessante pra compartilhar,não tem nenhuma visão de futuro e ainda por cima querem filosofar (e,por filosofia,entenda : comunidades romantico-melosas no orkut cheias de textinhos de 'ele e ela',sacou?). Houve um tempo,em um passado não muito distante,em que alguns jovens,pelo menos,tinham vontade de evoluir como seres humanos,de aprender.Mas com o passar dos anos,esse número vem diminuindo gradativamente,e ninguém mais (ou quase ninguém) se interessa em pensar,afinal de contas,é muito mais fácil ser só mais um alienado leitor de Capricho e fã de Justin Bieber do que ter uma revista que fala sobre economia mundial,por exemplo. Não digo que o jovem deve ser absurdamente sério e centrado (por que,bem na real,ninguém deve ser assim),mas existem livros e revistas (como a Super Interessante) que tratam de temas sérios com humor e inteligência,o que facilita no aprendizado sem perda de conteúdo.
Mas voltando ao rumo da prosa,eu ando cada vez mais assustada com o que essa gurizada de hoje em dia tem na cabeça,sério.Esses dias eu ouvi um cara da minha escola dizer que fulano de tal tinha cara de 'cabaço',e eu juro que só não mandei um "cresce guri" pra ele porque estava com pressa.Essa pressão pra transar,pra ser idiota,pra ter a cabeça vazia torna essas criaturas fantoches tão facilmente manipuláveis que chega a ser engraçado como eles,que se dizem tão donos de si,são controlados por qualquer merda imposta,sem o mínimo de questionamento.Eles não pensam,eles querem fama,querem ser conhecidos,querem estar lindos no orkut,querem ouvir Restart,querem ler textinhos ridículos e melosos em comunidades e no Tumblr e se sentir mais inteligentes e profundos. Depois ainda me perguntam os motivos pelos quais eu prefiro conviver com gente mais velha na maioria das vezes...

E aí,o que acharam da restrospectiva? Deixem nos comentários. E sim,se quiserem me xingar,podem ficar a vontade :*

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Mil desculpas !

Gente,houve um imprevisto ontem,e o blogger não estava funcionando (pelo menos pra mim,já que a minha internrt não coopera ¬¬),então não pude fazer as postagens sobre os vencedores da "Retrospectiva Desocupada". Amanhã ou sexta-feira prometo que sairão os vencedores,pois hoje terei que viajar e não terei tempo para isso. Um beijo e mil desculpas !

segunda-feira, 18 de abril de 2011

VOTAÇÕES ENCERRADAS !

Hahaha meus queridos,as votações da "Retrospectiva Desocupa" estão oficialmente encerradas !
Amanhã vocês conhecerão os ganhadores (sim,farei um leve suspense,já que to na vibe de Pânico 4,hehe). Então por hoje deixo apenas uma imagem que me fez rir :

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Me sinto um alien perto das pessoas.

E isso é sério.
Cara,eu me acho diferente,ponto.Mas não o diferente que todo mundo vê,entende? E eu me sinto um E.T. perto de algumas pessoas. Primeiro de tudo : romantismo zero.Não sou nem um pouco sentimentalista.Não,eu não vou pra praia todo ano,e não,eu não dou a menor importância se o carro do cara é rebaixado.Eu gosto de pensar,minha alma é obscura,e eu não quero decifrá-la tão cedo assim.Não,eu não acho legal pra caralho carro com sonzão,eu acho irritante,isso sim.Pelo menos a maioria.Sim,eu sou sarcástica,e não,eu não falo isso só pra me mostrar,é a mais pura verdade,e se tá duvidando eu tenho uns 100 posts aqui no blog que podem te mostrar isso.Não,não tenho vizinhos na praia.Não,eu não me importo de passar o verão todo com a minha família,aliás,eu amo isso.Sim,eu sou doida,e tenho alguns pensamentos psicopatas às vezes.Não,não tenho paciência de ser perfeita,não tenho saco pra fazer todos os temas,e não tenho a menor vontade de ter que fazer a unha todo santo dia.Não tenho saco pra ouvir músicas de bandinhas novas.Eu não dou a mínima pra minha reputação,e sim,eu sou fiasquenta pra caralho e se eu tiver que gritar no meio da rua,assim farei.Não pra chamar atenção,mas pelo fato de que eu sou barulhenta,eu sou gritante,não nasci pra calmaria.Textos e comunidades românticas me enojam,e eu cansei de ter que ouvir comparações.Sim,eu falo palavrão,e não,isso não me diminui como mulher.A coisa que eu mais valorizo numa pessoa é o sorriso,tenho que admitir.Não quero nem saber desse povinho famosete que todo mundo quer introsar,quero é manter meus amigos de verdade perto de mim.Foda-se,eu gosto de Che Guevara,já li vários livros e revistas sobre ele.Eu choro toda vez que penso em como seria a minha vida sem meus pais.Não sou puxa-saco de ninguém,e não faço social também.Sou um drama mexicano,e meu pudor não é nem zero mais,agora já tá até negativo.Não,eu não daria pra um cara só pra ele não me deixar,e não,eu dou bola pra conta bancária das pessoas.Sim,eu durmo com bichinho de pelúcia,e sim,eu sou crítica pra caralho,meto defeito em tudo.Tenho certeza que eu sou Freud reencarnado,de tanto que me tiram pra psicanalista.E cara,cansei de dar explicações de mim mesma,pensem o que quiserem,pois eu sei quem sou,e sei do mais importante : igual a mim,nem clonando !

domingo, 10 de abril de 2011

Não quero medicina,mãe.

Desde que a gente é pequeno escutamos que podemos ser o que quisermos no futuro,e,inocentemente,muitas vezes acreditamos nisso.Nos dizem para ter sonhos,para acreditarmos no nosso potencial que chegaremos onde quisermos,e que o trabalho duro recompensará.Doce ilusão,tão doce que quase é azeda.E esse azedume normalmente chega quando estamos entre a oitava série e o primeiro ano,quando aquele bombardeio de preocupações com ENEM e o caralho à quatro começa a tomar conta da nossa mente.É nesse idade que começamos a formar nossas ideias e o que faremos no futuro.Mas nossas mães,pais e a maioria dos nossos familiares falam sempre a mesma coisa : "VAI FAZER MEDICINA ! ". Eu,particularmente,não tenho a menor vocação pra futucar no intestino de um cadáver naquelas dissecações que fazem na faculdade,quanto mais mexer com um ser vivo,respirando,e o pior : colocando a vida dele em minhas mãos. Não quero,não vou,não tenho a menor vontade de fazer medicina,mas toda vez que algum filho da puta inventa de tocar no assunto faculdade,minha mãe pula do nada e começa a berrar que eu vou fazer medicina.Eu já expliquei que eu não nasci pra isso,que essa história de tomar conta dos outros não é a minha praia e que eu simplesmente seria uma péssima profissional se acabasse indo para o ramo da medicina,mas ela não entende,e ainda por cima diz que eu vou morrer de fome se acabar fazendo jornalismo.
Mas uma coisa eu não entendo : se essas criaturas tem essa obsessão tão louca por medicina,por quê eles não fizeram esse curso na faculdade? Agora que são todos adultos e donos da própria vida,querem realizar os sonhos abandonados deles em nós? Desculpe,mas nem eu nem nenhum adolescente tem culpa no cartório,afinal,foi uma escolha deles não querer fazer medicina enquanto era tempo,agora não venham descontar as frustrações em nós !
MÃE,EU NÃO QUERO FAZER MEDICINA !

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Um ano de blog meu povo !

Gentem,nem consigo acreditar que estou há um ano com o blog ! Bom,para comemorar essa data de extrema importância para a minha humilde pessoa,deixarei vocês,leitores,escolherem as matérias da "Retrospectiva Desocupada" ! As três matérias mais votadas serão postadas aqui,só que agora,sob uma nova perspectiva : a da repercussão que essas matérias tiveram no blog e na minha vida (sim,ou tu realmente acha que eu só fui xingada e criticada no blog?) e como elas se "desenvolveram" desde a última vez que eu falei delas.
A enquete tá ali ó,embaixo da minha belíssima descrição.A votação vai até o dia 17 desse mês. Votem votem votem !

sábado, 2 de abril de 2011

Tio Zé Faleceu,Tia Maria Venceu - Afinal,e o Brasil,o que perdeu?

Rima não é meu forte,mas mesmo assim ainda tá valendo.
Dia 29 de Março de 2011 dois fatos pararam nossas terras tupiniquins : a morte do ex-vice Presidente José Alencar e a final do Big Brother Brasil 11. Pra qualquer um que tu perguntar "Qual foi o fato mais importante?",a resposta será "A morte de José Alencar,óbvio!".Olha,mais importante foi,sim,mas será que recebeu essa devida importância? Afinal de contas,não podemos esquecer que vivemos no país das bundas,onde qualquer coisa fútil pode ser atirada às massas sem a menor importância do nível cultural do dito cujo,desde que o mesmo mova alguns milhões no mercado e que tenha um bom marketing em cima (vide caso Restart,por exemplo).A indústria do consumo brasileira é tão sem escrúpulos que eu posso dizer,sem sombra de dúvida,que no dia seguinte (30/03) o assunto que teve mais repercussão foi a vitória daquela songa-monga da Maria no BBB.
José Alencar foi um dos poucos políticos brasileiros que podemos realmente dizer que prestaram na nossa história,sejamos francos.Mas,por mais influente que ele tenha sido ( tanto como empresário,Ministro da Defesa e vice-Presidente da República),nunca que sua morte teria mais repercussão em nossa extensão territorial do que a final de um programa medíocre que todo santo ano,logo após o especial da Xuxa e o Show da Virada (lê-se : Reveillon),passa na televisão,como uma forma de entretenimento.Até porque,aqui,política é o assunto mais abstrato que existe.Ninguém tem realmente alguma preocupação com política,ninguém realmente procura entendê-la,estudá-la.É muito mais fácil ir pelo senso comum,votar no que parece ser mais óbvio a ocupar o cargo e desperdiçar seu valioso tempo como seres bióticos assistindo à televisão.
Sinceramente,acho muito triste ver a quantas anda a cabeça dos jovens,dos adultos e das crianças,enfim,a cabeça das pessoas em geral.Ninguém mais tem aquela preocupação em criticar,em investigar,em entender,em pensar.Tornar-se controlado,sem opinião crítica,um hipócrita que acha que "vai tudo ir para o lugar,que vai tudo uma hora vai se ajeitar" é o que há.Pois o conformismo é mil vezes mais simples do que o senso crítico,não é mesmo?

Brasil,meu Brasil brasileiro...quando que tu vai resolver criar vergonha nessa cara e parar de ser tão alienado?

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Medos Bizarros


Medo,medo,medo.Palavra de múltiplos significados,e de várias interpretações e manifestações.Eu,particularmente,tenho total e completo PAVOR de bonecos ventríloquos,sério mesmo.Aquelas coisinhas me dão calafrios,me arrepiam até a sobrancelha,me fazem querer sair correndo em pânico.
O fato é que todo mundo tem medo,não importa do que seja (aliás,acho que é consenso geral de que sentimos muito menos medo de noite se estivermos com os pés tapados,até porque nenhum demônio se atreveria a tentar nos possuir de tivermos um pedaço de lençol cobrindo o dedão).Mas tem gente que leva muito a sério esse lance de medos malucos,e que além de medo,se transformam em fobias.Então resolvi listar algumas das fobias mais malucas que eu achei no tio Wiki : 

Quilofobia - medo de esquilos ou qualquer um roedor (imagine esse cidadão assistindo Alvin e os Esquilos no cinema)
Parasquavedequatriafobia - medo de sexta-feira 13 (esse daí com certeza viu filmes demais do Jason)
Tafofobia - medo de ser enterrado vivo (doido,só isso)
Unatractifobia -medo de pessoas feias (egocentrismo diz olá)
Urofobia - medo de urina ou do ato de urinar ( uma pessoa com a qual você sempre vai amar fazer longas viagens de carro)
Penterofobia - medo da sogra ( fobia que o infeliz que inventar de ser meu namorado provavelmente irá ter)
Nudofobia - medo de nudez ( sexo com roupa é o que há meu bem ! )
Nelofobia - medo de vidro ( alguém que provavelmente iria surtar na casa da minha avó,que é apaixonada por cristaleiras)
Ninfofobia - medo de sexo ( fobia muito frequente entre padres e freiras)
Japanofobia - medo de japoneses e de sua cultura (americano,pff ¬¬)
Hilofobia - medo de florestas (começa o Globo Ecologia e ele foge pro banheiro)
Hexacosioihexecontahexafobia - medo do número 666 (medo do capeta,te enrola num crucifixo e reza ! )
Flatusfobia - medo de liberar flatos a valer (tradução : medo de peidar demais)
Catisofobia - medo de sentar-se (sabe aquela tia que deve ter dado banho no Dom Pedro mas que insiste em assistir à missa em pé? Taí a explicação)
Estruminofobia - medo de morrer defecando (leva medidor de pressão,sirene,Bíblia,telefone e o número da SAMU toda vez que precisa ir aos pés)
Anatidaefobia - medo de ser observado por patos (juro que chorei rindo dessa daí)
Pantofobia - medo de tudo ou de todas as fobias (a mais contraditória de todas,sem dúvida)

E aí,qual o seu medo bizarro?

Rock in Rio

É,tá todo mundo falando da terceira edição do Rock in Rio (que depois de 10 anos,finalmente será realizado novamente no Rio de Janeiro).E eu tava lá,assistindo a Multishow esses dias,e nos intervalos dos programas dá uma vinheta com o nome de "Rock in Rio - Eu fui". Aí eu achei interessante e resolvi não trocar pra Warner e ver se tava dando Two And A Half Men.Nessa "vinheta",várias pessoas contavam de suas experiências no Rock in Rio,e cada um tinha uma história diferente : um dizia que quase tinha morrido por ter conseguido ver o Guns'n'Roses tocar,outros dois disseram que se conheceram no festival e acabaram casando.Achei super legal,ver como o rock mudou o rumo da vida de várias pessoas.


Ficheiro:Rock in Rio.png
MAAAS isso também me fez pensar o seguinte : nas primeiras edições,o festival do Rock in Rio trazia como atrações Scorpions,AC/DC,Ozzy Osbourne,Queen,Iron Maiden,Carlos Santana e por aí vai. E agora,que resolveu dar o ar da graça novamente em seu local de origem,vão colocar pra tocar ROCK in Rio a Ivete Sangalo?Oi?Como assim? Nada contra a tia Ivete,mas cara,eu ainda acho que deveriam pelo menos manter o festival no mesmo tom né... no tom do rock,não do axé !

Bom,mas como ou sem tia Ivete,eu venderia até um rim pra estar lá !

domingo, 27 de março de 2011

Quem foi a cigana que te iludiu,querida?

Credo,era tanta gente falando da tal Rebbeca Black que eu TIVE que assistir o clipe da dita cuja.Uma palavra que descreve o que eu acabei vendo no tio You Tube : M-E-D-O ! Geeeentem,o que é aquilo meu Deus do céu? Sério,cheguei a sentir pena da coitada da guria... mas já que o meu trabalho aqui é NÃO ter pena,vamos nessa: primeiro que a guria começa com um "uuuuuuuh yeah yeeeeeeah" que parece que estão matando um ganso por afogamento,mas tá né... depois a querida faz uma chapinha magavilhosa no cabelo e vai pra parada de ônibus,e o que aparece lá?UM CARRO! Lógico,pois não tem lugar mais comum de se estacionar um carro do que na parada de ônibus.E ela entra no tal carro conversível cheio de crianças que fugiram com o carro da mãe adolescentes,que por acaso são amiguinhos dela.Aí ela,teoricamente iria pra escola,mas acaba que o dia vira em questão de segundos e já vai pra noite,e ela e mais uma loirinha (que parace que tá tocando gaita) e uma morena pra lá de desengonçada ficam em cima do tal conversível,todas montadas já,prontinhas pra ir pra night. Aí elas chegam numa festinha na casa de um dos crianças amigos da Rebecca... e,simplesmente,um adulto,num carrão,começa a fazer umas rimas lá,no melhor estilor rapper de quinta categoria,DO NADA ! O clipe é simplesmente isso,fora os efeitos tenebrosos que fizeram com a voz dela e com a cara dela pra parecer um calendário de sexta-feira.
Cara,é sério,a letra,a voz,o clipe,nada,absolutamente NADA favoreceu a guria.E se tu acha que eu to exagerando,assiste aí o clipe : 

Veganismo e fotografia,oi?

Primeiro de tudo quero me desculpar por ter ficado tanto tempo afastada do blog,é que eu andei tendo um bloqueio de criatividade derivado de alguns problemas emocionais patéticos.Mas já que eu sempre reverto isso em acidez,aqui vamos nós.

Modinha é assunto quase que clichê aqui no blog,porém existe um novo tipo de modismo que vem tomando conta : o "legalsismo". Mas,o que seria o legalsismo? Deixa eu explicar : essa "doença" que eu mesma batizei é um sintoma daquela velha história de ficar pagando de legal no orkut,e na vida.Acho um saco isso,sinceramente.Pois as pessoas que sofrem com o legalsismo não são exatamente o que se pode chamar de "legais".E existem dois tipos dentro dessa "doença" que andam bombando por aí:


Fotomaníacos : esses daí são tristes,em todos os aspectos da vida humana.Essas são aquelas criaturas que tu olha as fotos no orkut e tu até pensa : nossa,mas ele(a) deve ser super legal e inteligente né... BÉ,ERRADO.Conheço muita,mas muita gente que no orkut e pela sua famosidade na boca do povo parece ser alguém super culto,inteligente e lá vai pedrada...e quando tu conhece o(a) infeliz tu descobre que ele na verdade é ridiculamente idiota.Além de imaturos,burros e na maioria das vezes piriguetes ou pegadores,são completamente  desinteressantes,e não tem nenhum pensamento lógico para compartilhar.São bem do tipo "popular na net",sabe.Pagam de fãs de várias bandas,de vários escritores e o caralho a quatro,mas normalmente não tem nem a capacidade intelectual de uma ameba.


Vegano pacifista : esse daí é aquele ser que daria até a própria alma pra ter estado no Woodstock em 1969.Se diz pacifista,usa símbolo da paz (nem imagina a origem do tal símbolo,mas isso nem vem ao caso),só tira fotos fazendo os dois dedinhos e ainda por cima se diz vegetariano.Olha,nada contra os vegetarianos,sou contra esses babacas que se dizem defensores dos animais para chamarem atenção.Uma coisa é tu realmente acreditar naquilo,outra é tu fazer aquilo só por modismo.Essa é a diferença básica entre as pessoas reais e as pessoas plastificadas.Mas,retomando o rumo da prosa,esses daí amam usar camisetas do Green Peace e da WWF,só escutam reggae e músicas viajantes,querem ser bem naturebas e se acorretam em árvores só para dizer que querem preservar o verde.Não entendo como uma pessoa consegue se expor tanto assim sendo que nem acredita na causa que ele próprio defende.Se eu,Mariana Gomes,fosse vegetariana e defensora dos animais,morreria de vergonha em saber que várias pessoas só fazem isso com o único propósito de chamar atenção.

Então se você se encaixa nessa categoria de "legalsismo",sinto te informar,mas ninguém jamais vai te levar a sério.

sexta-feira, 18 de março de 2011

Harry Potter X Crepúsculo

Uma amiga minha me mandou 10 comparativos de HP com Crepúsculo,e eu achei um máximo.Não sei de quem é a autoria,mas aqui publicarei deixando bem claro que NÃO É UM TEXTO MEU :


01 - A Saga Harry Potter não é filme pornô para crianças.


02 - Harry Potter não tem galinhagem na cara dura.

03 - Um Dementador é mais bonito que a Bella.

04 - Harry Potter não come Viado na floresta pra sobreviver.

05 - Crepúsculo é motivo de zoação até pra Dublagem, ex: "Segure-se Macaquinha".

06 - Até o tal fodão do FELIPE NETO não teve nada à criticar sobre Harry Potter.

07 - Enquanto HP concorre ao Óscar e ao Nobel 2011, Crepúsculo concorre ao "Framboesa de Ouro" como PIOR filme de 2011.

08 - Harry Potter não anda no mato com um monte de marmanjo, tipo o Jacobixa.

09 - Se os protagonistas estivessem em 1 filme só; bem... Harry desbancou até o Lord das Trevas, o que um vampiro de merda pode fazer ? (:

10 - Niguém é fã de Harry Potter por TARAÇÃO, somos fãs porque Harry Potter tem CONTEÚDO, tem HISTÓRIA, ninguém fica pagando de gatão na chuva pra fazer a cabeça de menininhas burras. E pelo amor de Deus, Vampiro brilhando no sol ? aaa vá TNC !

domingo, 13 de março de 2011

12 tipos de pessoas em festas .

Todo mundo que vai a uma reuniãozinha,festa,balada ou casório está sujeito a se meter em uma bela saia justa.Na maioria das vezes,isso acontece pela falta de conhecimento das pessoas que ela se encontram.Não,não to dizendo pra ti apelar pro Google pelo celular e descobrir até o CPF da criatura e o nome de solteira do ex-pediatra do mesmo. Me refiro aos "gêneros" de pessoas que estão em TODOS os lugares.Ainda não entendeu? Tá,aí vai :


O TIO
Sempre tem o tio,sempre.O tio é aquele cara que nem precisa ser remotamente relacionado com o anfitrião,ele simplesmente está lá.O tio aparece em todas as fotos,sempre dá um jeitinho de arrumar uma discussão sobre política ou futebol.Normalmente sempre acaba sentado num canto batendo papo com alguém e bebendo cerveja.O tio é inofensivo,um pouco divertido e bem humorado,mas se você tem as pernas da Anna Hickman e está de saia ou short,fuja dele !


PIRIGUETE
Atenção redobrada se você tem namorado ou marido na festa ! A piri não tem pena de ninguém,e se precisar colocar um sutiã de lantejoulas amarelas pra chamar atenção,assim ela fará! Não dá a mínima pra quantidade absurda de homens que fica olhando pra ela,senta no colo de todo mundo,bebe horrores e come feito uma condenada.Pudor de berrar palavrões ela não tem,nenhum mesmo ! Se não quiser ser chamuscado pela fama da dita cuja,diga que vai ao banheiro e não volte...nunca mais !

SEM NOÇÃO
Normalmente é aquela tia absurdamente chata que sempre te pára no meio da festa pra pedir se tu não tem nenhum namoradinho.Ela tá sempre no meio das discussões e acaba entrando na conversa da gurizada pra tentar se enturmar.Ama fazer perguntas indiscretas e ainda por cima chama o teu pai ou a tua mãe pra conversar sobre AIDS e DST's... e ela jura de pé junto que esse assunto ''não tem nada a ver com você''.

IDIOTA
Esse daí é a versão masculina da sem noção,porém melhorado (ou piorado,dependendo do ponto de vista).Ele sim é absurdamente inconveniente e te enche o saco até tu ter vontade de enviar ele por Sedex pra Lituânia.Ele te pede tudo sobre a tua vida,tenta se enturmar com todo mundo,bebe exageradamente,e se tu pisar no calinho dele...vish,te prepara.Ele dá um piti do tamanho do mundo e fica todo nervosinho,não fala com ninguém e fica todo emburrado num canto,esperando alguém dar atenção pra ele.

EMBURRADO(A)
Esse ser habita as mais diferentes ocasiões,mas,principalmente,churrascos e festinhas de criança.São adolescentes entre 13 e 17 anos que ficam sentados com cara de cu durante todo o acontecimento.Não falam com ninguém,só retrucam os pais e não desgrudam do celular por um minuto se quer.Não entrosam com nada que seja orgânico,não falam com ninguém.Na hora das fotos reviram os olhos e ficam torrando a paciência do vivente pedindo pra ir embora.Faça um favor a todos se você tem um filho(a) assim : deixa o estafermo em casa !

METIDA
Essa infelicidade ambulante NECESSITA que todos ali notem a sua ilustre presença.Faz toda questão do mundo de ir com todas as roupas e acessórios de marca que tiver (nem que isso resulte numa calça cor de abóbora e uma camiseta verde musgo).E ainda se sente na obrigação de dizer o preço e a procedência de tudo o que ela está vestindo no dia.É um saco falar com ela,a não ser que tu também seja um pobre deslumbrado.

ONÇA
A onça nada mais é do que aquela mala sem alça que recolhe informações de todos os cantos e acaba fazendo todas as intrigas que podem ocorrer em uma festa.TODAS as brigas resultam dela.Normalmente são mulheres muito interessadas em sua vida e com os olhos bem estalados,sempre alertas à tudo que se passa no recinto.JAMAIS desabafe seus problemas sobre o ex com ela,ainda mais se ele se encontrar no local.

ARROZ DE FESTA
O mais clássico dos clássicos em todas as recepções de casamentos,batizados,aniversários e reuniões.É aquela criatura que não fede nem cheira.Simplesmente existe,esta ali e às vezes acaba socializando com alguém (tipo o garçom ou o bartender).É aquele ser que em todas as fotos tu vai olhar e pedir "quem é esse(a) daqui mesmo?"

DESILUDIDA
Essa daí ama tirar o cara do bar pra psicólogo,contar tooooooooooooodos os seus problemas,de como foi a separação,de como os filhos estão crescendo rápido,como a conta do mercado tá alta,como os namorados são todos ou gays ou cafajestes...Ela só vai para as confraternizações com uma única condição : se tiver álcool (de preferência,de graça).

FOTÓGRAFO
Esse daí acabou de comprar um Tec Pix e tá louco pra mostrar pra Deus e o mundo a sua nova aquisição.Tira foto da mesa das bebidas,da mesa de comida,de todos os convidados,das homenagens,das danças...se bobiar tira foto tua até vomitando e saindo do banheiro.Ele habita casamentos e festas de 15 anos,e adora a história de ter que distribuir o e-mail dele pra todos os presentes da festa só para poder mandar as fotos.

ENDIABRADO
É aquela criança chata pra caralho que fica correndo pra cima e pra baixo o tempo todo.É a coisa mais normal do mundo tu ver uma mulher se descabelando numa festa e gritando "pááára de correr Astolfinho,vai derrubar a mesa do bolo!Não atrapalha as fotos!Ai meu deus...AI MEU DEUS CRIANÇA,LARGA ISSO!Jesus,que perigo,imagina se pega no olho!".Poizé,essa criança parece que recebe uma entidade toda vez que resolvem levar ele pra uma festa.

MAIS ANIMADOS QUE A FESTA
É sempre aquele grupo de gente que veio pra agitar!Atazanam a vida do DJ pra tocar Michael Jackson e ABBA.Se acabam na pista,dançam como se não houvesse amanhã e só se conformam quando vêem que o lugar está sendo fechado e só eles e o DJ ainda se encontram no recinto.Enlouquecem,vão até o chão,puxam todo mundo pro meio da pista,batem cabelo e não interessa a quantidade de gente que os esteja observando,o negócio é encorporar a Madonna e se desmontar na dance floor !

quarta-feira, 9 de março de 2011

Luan Santana

Já falei do Bonde da Stronda...me ameaçaram de morte.Falei do Justin Bieber...quase fui apedrejada.
Então,já que eu já to marcada pra morrer,mais uma crítica a um ídolo do momento não irá fazer diferença alguma.
Pois bem,como todo vivente que habita as limitações brasileiras,você já deve ter ouvido falar do "fenômeno" do momento,o Luan Santana.Sério,o que é que esse criatura tem de tão fenomenal assim? Eu trabalho numa teoria que o governo criou o Luan Santana para dominar a mente das massas enquanto a roubalheira rola solta em Brasília,já que o futuro da nação estará muito ocupado escutando Meteoro da Paixão pra prestar atenção no que os políticos andam fazendo.Falando em Meteoro da Paixão...meu pai do céu,que música é aquela?É uma breguice sem fim,parece que ele fez parceria com o Wando,Reginaldo Rossi e Sidney Magal pra compor aquilo ! Mas se tivesse sido qualquer um dos três citados,a música ainda poderia ter uma salvação,porque,cá entre nós,aquela vozinha do Luan Santana é trágica.Mas com toda a certeza do mundo,o mais deprimente de tudo isso é a chamada "Indústria Luan Santana".Cadernos,mochilas,fichários,pôsters,livros,revistas e por aí vai.Tudo isso gira um capital enorme ao redor do país e demonstra mais uma vez que o capitalismo domina todo e qualquer ser que habite essa vasta extensão de terrestre chamada Planeta Terra.O que gera o pagamento de impostos e contribui para encher o bolso dos políticos(viu como essa minha teoria do governo tem sentido?).Fora essa idolatria ao cara por ele ser "lindo".Olha,deve ser comigo,mas eu não acho ele nem um pouquinho atraente.
As músicas do cara são terríveis,a voz dele é um fracasso,mas mesmo assim,há quem goste do tio Luan Estrábico Santana.Então deixa assim que eu quero só ver até quando essa febre vai durar...