domingo, 10 de abril de 2011

Não quero medicina,mãe.

Desde que a gente é pequeno escutamos que podemos ser o que quisermos no futuro,e,inocentemente,muitas vezes acreditamos nisso.Nos dizem para ter sonhos,para acreditarmos no nosso potencial que chegaremos onde quisermos,e que o trabalho duro recompensará.Doce ilusão,tão doce que quase é azeda.E esse azedume normalmente chega quando estamos entre a oitava série e o primeiro ano,quando aquele bombardeio de preocupações com ENEM e o caralho à quatro começa a tomar conta da nossa mente.É nesse idade que começamos a formar nossas ideias e o que faremos no futuro.Mas nossas mães,pais e a maioria dos nossos familiares falam sempre a mesma coisa : "VAI FAZER MEDICINA ! ". Eu,particularmente,não tenho a menor vocação pra futucar no intestino de um cadáver naquelas dissecações que fazem na faculdade,quanto mais mexer com um ser vivo,respirando,e o pior : colocando a vida dele em minhas mãos. Não quero,não vou,não tenho a menor vontade de fazer medicina,mas toda vez que algum filho da puta inventa de tocar no assunto faculdade,minha mãe pula do nada e começa a berrar que eu vou fazer medicina.Eu já expliquei que eu não nasci pra isso,que essa história de tomar conta dos outros não é a minha praia e que eu simplesmente seria uma péssima profissional se acabasse indo para o ramo da medicina,mas ela não entende,e ainda por cima diz que eu vou morrer de fome se acabar fazendo jornalismo.
Mas uma coisa eu não entendo : se essas criaturas tem essa obsessão tão louca por medicina,por quê eles não fizeram esse curso na faculdade? Agora que são todos adultos e donos da própria vida,querem realizar os sonhos abandonados deles em nós? Desculpe,mas nem eu nem nenhum adolescente tem culpa no cartório,afinal,foi uma escolha deles não querer fazer medicina enquanto era tempo,agora não venham descontar as frustrações em nós !
MÃE,EU NÃO QUERO FAZER MEDICINA !

4 comentários:

  1. No meu caso, foi com Direito. Pai advogado, me pressionando, e mão nutricionista, com o sonho de ter um filho Embaixador ou Juíz do Supremo.
    Me formei em Letras e Relações Públicas, passei e não concluí o Jornalismo, e hoje dou aula em cursinhos pré-vestibular pra mais de 2.000 alunos tensos com esse esquema de ENEM/Futuro. Digo a eles a única verdade da vida: "coisa boa é fazer o que a gente gosta, isso não tem dinheiro que pague".

    Não estou rico, longe disso, mas estou MUITO longe também de morrer de fome, e tenho grana suficiente para minha cerveja, farra e desatinos de todo final de semana de semana. E sim, sou feliz, obrigado.

    Ainda vou lançar um livro e ficar mais rico que muito médico. Isso é fato. Mas dinheiro no final das contas é só papel, e sempre vem para quem é bom e faz o que gosta.

    ResponderExcluir
  2. Estou passando pelo mesmo caso que você.
    Minha mãe e meu pai falam como se qualquer um que não faça medicina irá morrer de fome e morar em baixo da ponte. Eles querem que eu faça medicina, e ainda por cima na minha cidade, não tendo as opçao de tentar fazer em outro lugar. Até acho que a idéia de ser médico pode ser legal, porém minhas notas nao sao o tipo de "notas de um futuro médico" ..Eu tenho um grande sonho de estudar fora, mas meu pai nao vai ajudar em nada, e sem ajuda financeira fica impossivel. Se achar uma soluçao para o fim dessa idéia percistente em milhoes de pais por ai me avise pois estou com você..Mãe, nao vou fazer medicina!

    ResponderExcluir
  3. Acabei fazendo medicina e hoje sou muito frustrado, estou em época de prestar residência e não tenho nenhum entusiasmo em estudar, odeio medicina e não sei pq fui fazer isso, se pudesse voltar atrás sem duvida nenhuma o faria, tenho interesse em gastronomia, historia, literatura ou jornalismo, medicina apenas me deixa feliz um dia do mês, e mesmo assim acho q não Vale a pena o esforço, se vc não gosta ou sabe que não tem interesse nem tente fazer, faça outra coisa, anos de cursinho, 6 de faculdade, talvez uns 2 anos de cursinho para residência, e por fim 3 a 5 anos de residência , na qual é mais difícil que vestibular para entrar, vc passa 6 anos escutando pessoas da área te desanimando, vc simplesmente se distancia de todos, pois vc não tem tempo de ler um livro, vídeo game, TV, filmes, e os únicos assuntos de rodinha da faculdade é medicina, dentre tantas outras coisas medicina é um sofrimento p/quem não gosta...

    ResponderExcluir
  4. Tentar vestibular para medicina só para agradar os outros foi a maior burrice que eu fiz na minha vida. Queria fazer biologia mas os meus pais (que eram ainda por cima péssimos pais que nunca se importaram comigo mas só com a vida suja deles) me faziam a lavagem cerebral desde que eu nasci com essa coisa de medicina só pra contar vantagem entre parentes e amigos. Tentei o vestibular tomei pau mesmo tendo uma pontuação tao alta que poderia ter entrado em tantos outros cursos. Fiz o cursinho pago da uma minha tia coroca que me humilhava em todos os modos (eu nem fui eu que pedi para ela pagar o cursinho mas a irmã dela, minha mãe) e nada, muitos pontos mas não para medicina.

    Dai eu fiz um concurso, passei, odiava o trabalho mas era contente de ganhar dinheiro mesmo tendo que dar uma boa grana para mia mãe que era incapaz de ganhar o dela.

    Outra burrada: para agradar os dois me inscrevi em direito numa faculdade particular porque seria uma vergonha ter uma filha não formada. Minha vida virou um inferno: os dois egoístas que transformaram minha vida num calvário (praticamente minha mãe é uma pessoa infantil e eu praticamente era mãe/banco dela), meu pai um irresponsável.... eu saia de casa as 5 da manhã para chegar a meia noite, cansada e sem paz em casa joguei tudo para o alto.

    Conheci um italiano maravilhoso que para mim foi um anjo da guarda, ele me pegou pela mão e me tirou daquele inferno, acho que se não fosse por ele eu não estaria escrevendo aqui não. Para não aborrecer vocês com a minha estória de mer** resumo: estudei biologia na Itália e trabalho como bióloga e sono feliz e contente.

    Se eu pudesse voltar atrás teria enfrentado parentes e bisbilhoteiros e teria feito biologia. Tenho amigos brasileiros formados em biologia, química, jornalismo etc e não estão morrendo de fome. Uma minha amiga fez arquitetura também que o tio intrometido ficava enchendo o saco com negocio de direito. Hoje ela é uma arquiteta muito solicitada.

    Jovens com toda essa ladainha eu dou um conselho para vocês: escolham um curso que vocês gostem, façam bem, tirem ótimas notas e o trabalho se acha, senão podem esperar uma vida de tristeza mesmo trabalhando como medico. Pensem a quantos médicos de bos** vocês encontraram nas vossas vidas

    Ana Maria Ricci

    ResponderExcluir