quarta-feira, 11 de maio de 2011

Educação X Violência


O assunto pode parecer clichê,porém não deve ser menosprezado.Afinal de contas,a violência deriva da educação.Mas como a escola pode ter algo a ver com um assassino
Bom,devemos começar pela raiz do problema.Nossa psique é formada em casa com base na educação que nos foi dada a partir do momento em que nascemos.Ou seja,os atos praticados em casa serão repetidos por toda a vida de uma pessoa.Então,quando crescemos e vamos para a escola,tudo aquilo que nos foi ensinado terá um reflexo em sala de aula.
Uma boa educação não baseia-se apenas em casa,comida e roupas.Vai muito além de disso.Uma boa educação baseia-se no comprometimento dos pais em educar seus filhos de forma ética e disciplinada,porém sem abusos de autoridade e de força bruta.Quando uma criança que teve uma boa educação em casa vai para a escola,ela tende a tirar melhores notas,ter um melhor relacionamento com os colegas,e,consequêntemente,ser uma pessoa não-violenta.Porém,atualmente,os casos que mais vemos são o contrário.Crianças criadas em lares onde o pai é alcoólatra e a mãe drogada,por exemplo,vão para a escola e simplesmente,pelo fato de não terem tido uma base em casa,não conseguem estudar,não têm um bom relacionamento em sala de aula e,depois de tentativas e mais tentativas da parte de escola (ou não),ela cai na criminalidade.Não,isso não acontece de uma hora para a outra.Tudo começa com pequenos amenizadores de sentimentos,como o álcool,e depois podem evoluir para as drogas,e,por fim,no crime.Assassinatos,assaltos,mortes,tudo isso deriva de uma única coisa : a formação do caráter da pessoa.
E isso se torna um círculo vicioso,pois o aluno vai sem interesse para a escola,a escola chama os pais,os pais não ligam,mandam para o conselho tutelar,e assim vai até a criatura cansar de ser passada de mão em mão e desistir definitivamente da escola.A conscientização dos pais sobre a educação adequada dos filhos refletida na vida escolar e adulta é de extrema importância.Afinal,colocar filhos no mundo é fácil,agora assumir seu papel como pais e educar (não é criar) os filhos é algo completamente diferente.
Entretanto,isso não é uma questão que inclui apenas a educação nos lares brasileiros,há um outro fator que influencia (e muito) no ensino no e no nível de escolaridade do nosso país : a qualidade de ensino.Afinal,temos qualidade de ensino no nosso país? Possuímos acesso livre à internet nas escolas,o piso salarial dos professores é no mínimo estimulante para estudantes se interessarem pela carreira num futuro próximo?Pois bem,aí é que entra a questão do governo.Não é na formação do cidadão,e sim no que o governo pode oferecer à ele.É fato consumado que escolas privadas têm melhores professores e melhores condições de ensino por conta de todo o dinheiro que circula por trás.Por essas e outras,todas as escolas deveriam ser públicas,assim o salário dos professores seria maior e igualitário,dando maior estímulo para que os mesmos exerçam seu papel social e para que o ensino melhore.Acesso à internet,material didático,infra-estrutura,tudo isso deve receber o máximo de atenção do governo,pois assim formaremos uma geração que poderá tornar o nosso país um lugar melhor num futuro não tão distante.
Dados do IBGE apontam que o nível de escolaridade do brasileiro vem subindo ao longo dos anos (Em 2004, 70,5% das crianças entre 4 e 6 anos estavam na escola. Em 2006 eram 76%. / Fonte : www.planetasustentavel.abril.com),porém nossa educação está do longe do que podemos chamar de ideal.Ainda temos uma longa caminhada pela frente,incluindo pais e governo.Se conscientizarmos as famílias brasileiras,poderemos,em alguns anos,ter um índice de violência muito menor,que irá diminuindo gradativamente ao longo dos anos.Mas isso cabe a nós: pais,alunos,professores e governo.Pois todos formamos uma única organização : a sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário