terça-feira, 25 de outubro de 2011


Sou a favor das fotos. Daquelas que marcam os momentos mais idiotas e engraçados. Daquelas que olhamos e rimos lembrando daquele exato momento. Aliás,eu amo fotos. É como poder ver o passado cristalizado. É poder voltar e reviver,pelo menos na memória. Sempre amei fotos,elas são a prova de que mesmo contra tudo aquilo que insistimos em dizer sobre nossas vidas,nós fomos,e ainda somos,felizes.

sábado, 22 de outubro de 2011

Discursos de quem nunca amou.

"Não case! No máximo,se juntem.."
Disse aquela que nunca sentiu o amor. Estabilidade financeira para um casamento? Sim,mas amor também. Aqueles que apontam o dedo na cara do outro e se acham dignos da pronúncia da célebre frase "isso não é amor!" são os mesmos que,apesar de seus esforços,não sabem sentir. Não posso concluir motivos claros para tal,mas posso afirmar que estes são muito infelizes. Talvez precisem arriscar,sentir,tocar. Amor é sexo. Não apenas,mas também. Amo é sentimento e pele,é vontade e felicidade. É o respeito mútuo que só pode ser compreendido entre quatro paredes. Aqueles que não sabem o que é amor,passam por uma (ou ambas) situações : situação número 1 - transformação do amor no platonismo. É aquele no qual o amor não consuma,não sente o carnal. Sendo assim não é completo,portanto não é amor. Situação 2 - personificação física do amor. Típico caso do sexo puro e simples,do toque sem o prazer. Sendo assim não é completo,portanto,não é amor.
Então você,meu caro leitor,se nunca "amou",no âmbito mais completo da palavra,sinto lhe dizer,mas ou você é mal-comido ou é desiludido. Provavelmente,os dois.

Profetizas estressantes


Elas se trancam no quarto no intuito do homem de suas vidas aparecer atirando pedrinhas na janela. Aprenderam meses atrás a ler frases de Caio Fernando de Abreu e se julgam a reencarnação de Platão,porém no âmbito amoroso. São irritantemente dramáticas. Ninguém as ama. Como o mundo é cruel para elas. Acham que fumando e tomando milhares de copos de vodka se tornaram lindas e atraentes aos olhos daquele rapaz que elas tanto desejam. Mal elas sabem que o dito cujo só quer comer elas e depois dar um perdido. Ele não te ama,páre de acreditar nessa estupidez. Provavelmente o número de celular que ele te der será de uma senhora de sessenta e oito anos que ganhou de dia das mães um novo aparelho telefônico,já que a família mora longe.
Elas não entendem que homens e meninos são totalmente o oposto um do outro. Meninos vão dizer que te amam. Homens vão provar que te amam. Meninos vão querer conhecer a tua cama. Homens vão querer conhecer teus pais.
Acordem para o mundo,queridinhas. As coisas não são tão extremas como seus olhinhos cegos de corações negros vêem. O mundo não é sombrio. Algumas pessoas são. Somos diferentes,os sexos são diferentes. Mas pelo amor de Deus,aprenda a separar homens de meninos. Só assim vocês serão separadas de meninas,para mulheres.

Gente visceral me irrita.

 "Mas o Brasil tá na merda!" . Contra todos os próprios preceitos,eles caem na contradição da própria hipocrisia.
Para eles,nada está bom. O céu está sempre fechado,as palavras vertem ácido,os sorrisos são irônicos,na cama nada é prazeroso,a política vai de mal à catastrófica e o intestino não funciona. Nada é realmente bom. Tudo é triste,filosófico,complexo e terrivelmente profundo. Nada é bom na própria vida.
Reclamam desde o salário até as obras de arte de quinhentos anos atrás. Porém são egocêntricos. Sua inteligência é superior a de toda população humana. Ninguém possui melhor senso crítico do que eles. O que eles chamam de crítico,eu chamo de chato.
Seus mundinhos medíocres só se tornam assim por conta da mediocridade que eles impõe a si próprios como "filosofia de vida". Realmente,gente visceral me irrita.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

A verdade é que a infância se perdeu. Aquela felicidade e toda aquela inocência cederam espaço para um mundo triste e decadente,no qual a precocidade impera e todos nós assistimos de braços cruzados esse trágico fato. Bonecas viraram celulares,skates viraram assinaturas de revistas pornô. O mundo tá fudido,assim como a infância. FELIZ DIA DA CRIANÇA GURIZADA ! PRA VOCÊS QUE AINDA SOUBERAM O QUE É JOGAR BOLA NA RUA !

domingo, 9 de outubro de 2011

Pai é provavelmente a palavra mais forte da qual se tem notícia depois de "amor". É a palavra que designa aquele que estará ali por ti quando parecer que ninguém mais está. É aquele que vai te amar,independente de tudo. Ele vai te proteger,e fará o possível e o impossível para te ver sorrir. Valoriza o teu pai,ele é único.

sábado, 8 de outubro de 2011

Será só imaginação?

Acho que existem duas de mim. Me sinto presa à um espelho,com duas faces exatamente iguais e opostas. O incrível é a diferença entre elas. Na face a qual eu demonstro,sou uma. Meus amigos dizem que eu sou animada,viva. Elogios surgem,espírito de liderança é o mais frequente designado à mim. Esse lado vê o Sol,a iluminação eterna que irradia em todos aqueles ao meu redor. Sorrisos se abrem a todo momento. Abraços,carinhos. Sempre que é requisitada,ou não,minha presença é marcada. A verdade é que eu sempre chamei atenção,desde que me entendo por gente. Animação,diversão. Dedicação,esforço,vontade. Tudo. Alegria e valorização. Esse é o meu lado externo,e também interno. Eternamente disposto à dar a cara a tapa e seguir em frente não importando qualquer obstáculo que possa vir a surgir em meu caminho. Porém tudo na vida possui duas faces. A face refletida é como me sinto. Obscura,triste,sombria. É como se eu precisasse constantemente exorcizar esses demônios que há tanto tempo carrego dentro de mim,pesando cada vez mais,me sucumbindo,me enlouquecendo. Sinto como se a vida não valesse nada. E sabe a pior parte? Esse lado refletido só se manifesta através de meus dedos. Minhas palavras são como tiros ecoando pela escura e profunda noite. Doem. Machucam. E,acredite,atingem bem mais pessoas do que eu era capaz de imaginar. Esse meu lado não é demonstrado,não é totalmente sentido. Mas ele se encontra tão presente em minha vida quanto o ar que respiro. É como se o anjo da morte estivesse o tempo todo ao meu lado,sussurrando palavras de suicídio ao meu ouvido,no tom mais sedutor possível. Mas outro lado não permite. A luz do lado oposto,do lado que não é o refletido é muito forte. É como se uma batalha épica entre o bem e o mal estivesse sendo travada dentro de minha alma e eu não pudesse fazer absolutamente nada além de observar e  tomar nota,de todos os acontecimentos,de cada vitória e de cada derrota de cada um dessas polaridades. Me sinto como uma partícula de anti-matéria. Flutuo em um cilindro de plástico,com dois imãs polaridades opostas dispostos um em cada canto do cilindro. Um imã é a tristeza que me corrói lentamente. O outro é a felicidade,a luz,que me anima e me deixa viva. E ali,no meio deles,estou eu,a pequena partícula,tão pequena e indefesa que mal sabe se defender do maior inimigo do ser humano : ele próprio. Não sei como vou suportar mais tempo sendo essa molécula,esse reflexo,essa tristeza alegre e solitariamente sociável. Mas sei que vou,que conseguirei. Tantas portas se abrem diante de mim e não deixarei que a minha parte obscura interfira no meu destino,naquilo que me aguarda. Eu viverei,sobreviverei e me sentirei viva,sempre,apesar de todos os esforços da escuridão para me destruir.