sábado, 22 de outubro de 2011

Discursos de quem nunca amou.

"Não case! No máximo,se juntem.."
Disse aquela que nunca sentiu o amor. Estabilidade financeira para um casamento? Sim,mas amor também. Aqueles que apontam o dedo na cara do outro e se acham dignos da pronúncia da célebre frase "isso não é amor!" são os mesmos que,apesar de seus esforços,não sabem sentir. Não posso concluir motivos claros para tal,mas posso afirmar que estes são muito infelizes. Talvez precisem arriscar,sentir,tocar. Amor é sexo. Não apenas,mas também. Amo é sentimento e pele,é vontade e felicidade. É o respeito mútuo que só pode ser compreendido entre quatro paredes. Aqueles que não sabem o que é amor,passam por uma (ou ambas) situações : situação número 1 - transformação do amor no platonismo. É aquele no qual o amor não consuma,não sente o carnal. Sendo assim não é completo,portanto não é amor. Situação 2 - personificação física do amor. Típico caso do sexo puro e simples,do toque sem o prazer. Sendo assim não é completo,portanto,não é amor.
Então você,meu caro leitor,se nunca "amou",no âmbito mais completo da palavra,sinto lhe dizer,mas ou você é mal-comido ou é desiludido. Provavelmente,os dois.

Um comentário: